Redução de crômio hexavalente por substâncias húmicas aquáticas imobilizadas em aminopropil sílica Reportar como inadecuado




Redução de crômio hexavalente por substâncias húmicas aquáticas imobilizadas em aminopropil sílica - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Adriana Araújo Barbosa ; André Henrique Rosa ; Julio Cesar Rocha ;Eclética Química 2002, 27 (1es)

Autor: Luciane Romão Pimenta Cruz

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Eclética Química ISSN: 0100-4670 atadorno@iq.unesp.br Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Brasil Romão Pimenta Cruz, Luciane; Araújo Barbosa, Adriana; Rosa, André Henrique; Rocha, Julio Cesar Redução de crômio hexavalente por substâncias húmicas aquáticas imobilizadas em aminopropil sílica Eclética Química, vol.
27, núm.
1es, 2002, p.
0 Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Araraquara, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=42927131 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Redução de crômio hexavalente por substâncias húmicas aquáticas imobilizadas em aminopropil sílica Reduction of hexavalent chromium by aquatic humic substances immobilized on aminopropyl silica Luciane Pimenta Cruz RomãoI; Adriana Barbosa AraújoII; André Henrique RosaII; Julio Cesar RochaII I Departamento de Química - Universidade Federal do Sergipe - 49100-000 - São Cristovão - SE - Brasil II Departamento de Química Analítica - Instituto de Química - UNESP - 14801-970 Araraquara - SP - Brasil RESUMO Estudou-se a redução de Cr(VI) à Cr(III) utilizando-se um novo suporte preparado pela ativação de aminopropil sílica com substâncias húmicas aquáticas (ATPS-SiO2-SHA). Coletaram-se amostras de água no Corrégo Itapitangui localizado no município de Cananéia-SP e extraíram-se as SHA utilizando-se procedimento recomendado pela Sociedade Internacional de Substâncias Húmicas.
Após purificação por diálise, fez-se a imobilização das SHA na aminopropil sílica (APTS-SiO2) em pH 7,0, sob agitação mecânica por 48 horas à temperatura ambiente.
Adicionaram-se 150 mg de APTSSiO2-SHA à 150 mL de soluções 9,5 µmol L-1 de Cr(VI), fixou-se o pH em 2,...





Documentos relacionados