Fatores de risco cardiovascular e prevalência de síndrome metabólica em idosos Reportar como inadecuado




Fatores de risco cardiovascular e prevalência de síndrome metabólica em idosos - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Joilane Alves Pereira Freire ; Karoline de Macedo Gonçalves Frota ; Aderson José da Silva Júnior ;Revista Brasileira em Promoção da Saúde 2014, 27 (4)

Autor: José Filho da Silva

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Revista Brasileira em Promoção da Saúde ISSN: 1806-1222 rbps@unifor.br Universidade de Fortaleza Brasil da Silva, José Filho; Alves Pereira Freire, Joilane; de Macedo Gonçalves Frota, Karoline; da Silva Júnior, Aderson José FATORES DE RISCO CARDIOVASCULAR E PREVALÊNCIA DE SÍNDROME METABÓLICA EM IDOSOS Revista Brasileira em Promoção da Saúde, vol.
27, núm.
4, octubre-diciembre, 2014, pp. 477-484 Universidade de Fortaleza Fortaleza-Ceará, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=40840410007 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Risco cardiovascular e síndrome metabólica FATORES DE RISCO CARDIOVASCULAR E PREVALÊNCIA DE SÍNDROME METABÓLICA EM IDOSOS Cardiovascular risk factors and prevalence of metabolic syndrome in the elderly Factores de riesgo cardiovascular y prevalencia del síndrome metabólico en mayores Artigo Original RESUMO Objetivo: Avaliar a prevalência da síndrome metabólica (SM) em idosos atendidos em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) e a relação entre medidas antropométricas, hemodinâmicas e bioquímicas.
Métodos: Estudo transversal com 94 idosos atendidos na UBS Cecília de Sousa Neri, em Picos-PI, no período de agosto a outubro de 2011.
Foram avaliados peso, altura, circunferência da cintura (CC), pressão arterial sistólica (PAS) e diastólica (PAD); além disso, coletou-se informação sobre dados bioquímicos.
Considerouse síndrome metabólica (SM) quando presentes três ou mais fatores de risco, segundo o National Cholesterol Education Program.
Realizou-se o teste t e de Mann-Whitney, para comparação de médias entre os sexos, correlação de Pearson entre variáveis antropométricas, hemodinâmicas e bioquímicas, e associação entre as vari...





Documentos relacionados