Ecos femininos na eco 92 Reportar como inadecuado




Ecos femininos na eco 92 - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Revista Estudos Feministas 1992, 0 (0)

Autor: Naumi de A. Vasconcelos

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Revista Estudos Feministas ISSN: 0104-026X ref@cfh.ufsc.br Universidade Federal de Santa Catarina Brasil de A.
Vasconcelos, Naumi Ecos femininos na ECO 92 Revista Estudos Feministas, vol.
0, núm.
0, -, 1992, pp.
151-154 Universidade Federal de Santa Catarina Santa Catarina, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=38126508013 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto ECOS FEMININOS NA ECO 92 NAU MI A.
DE VASCONCELOS Realizou-se no Fórum de Ciência e Cultura da Universidade Federal do Rio de Janeiro, de 27 a 29 de maio do corrente ano, um Seminário Internacional sobre Gênero, Desenvolvimento e Meio Ambiente ] , coordenado pelo EICOS e pelo CIEC, integrando a Rio-Ciência 92 2 .
Ocorrendo exatamente a uma semana do inicio oficial da ECO 92, representou a presença antecipada da universidade brasileira na conferência. O seminário superou todas as expectativas, com sessões das mais concorridas entre todas as que compuseram o evento maior, a Rio-Ciência. Embora aberto ao público de ambos os sexos, quase só o feminino esteve presente, como acontece sempre que as discussões dos papéis sexuais estão em causa.
Fora isso, o seminário atingiu aquela perfeição, que havendo sido prometida aos homens, não hesitou em agraciar as mulheres de boa vontade. Boa vontade, no sentido forte do termo - vontade boa, querer que se efetue, afirmação da possibilidade de ser mulher.
Vontade tão grande, que estudos sobre gênero exigem oportunidades de se efetuarem, dentro da universidade brasileira.
Que existe nela um acervo considerável de produção na área, animado por uma decisão em compartilhá-lo.
Um querer que não mais se ignora e que pode responder, em nossos dias, à célebre questão de Freud -o...





Documentos relacionados