Reseña de -identidades: estudos de cultura e poder- de bela feldman-bianco, graça capinha, (orgs.) Reportar como inadecuado




Reseña de -identidades: estudos de cultura e poder- de bela feldman-bianco, graça capinha, (orgs.) - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Revista Estudos Feministas 2001, 9 (2)

Autor: Liliane Edira Carvalho Ferreira

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Revista Estudos Feministas ISSN: 0104-026X ref@cfh.ufsc.br Universidade Federal de Santa Catarina Brasil Carvalho Ferreira, Liliane Edira Reseña de -Identidades: estudos de cultura e poder- de Bela Feldman-Bianco, Graça Capinha, (Orgs.) Revista Estudos Feministas, vol.
9, núm.
2, segundo semestre, 2001, pp.
614-618 Universidade Federal de Santa Catarina Santa Catarina, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=38109219 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Discutindo Identidades: multiplicidades políticas, culturais e de gênero Identidades: estudos de cultura e poder FELDMAN-BIANCO, Bela; CAPINHA, Graça (Orgs.). São Paulo: Hucitec, 2000.
176 p. A análise das fronteiras das identidades e seus embates dentro de uma produção contemporânea de políticas culturais e das identidades como políticas, tendo por contexto as reconfigurações do capitalismo global e seus embricamentos com política e cultura, são algumas das questões abordadas em Identidades: estudos de cultura e poder. Organizada por Bela Feldman-Bianco e Graça Capinha, esta obra reúne cinco ensaios de autores de Portugal, Estados Unidos e Brasil.
Em sua maioria, estes textos foram preparados para apresentação na mesa-redonda “Globalização, Estado e Embates de Identidades”, na Iª Conferência Internacional sobre Identidade Étnica e Relações Raciais da Reunião Bienal da Associação Brasileira de Antropologia, realizada em Salvador em abril de 1996.
Foram escolhidas pesquisas sobre “migrações internacionais e-ou raça, que pudessem proporcionar subsídios comparativos para se examinar criticamente: as (re)imaginações de nação numa conjuntura marcada por redefinições do papel dos Estadosnação; a emergê...





Documentos relacionados