Mídia e educação da mulher: uma discussão teórica sobre modos de enunciar o feminino na tv Reportar como inadecuado




Mídia e educação da mulher: uma discussão teórica sobre modos de enunciar o feminino na tv - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Revista Estudos Feministas 2001, 9 (2)

Autor: Rosa Maria Fischer Bueno

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Revista Estudos Feministas ISSN: 0104-026X ref@cfh.ufsc.br Universidade Federal de Santa Catarina Brasil Fischer Bueno, Rosa Maria Mídia e educação da mulher: uma discussão teórica sobre modos de enunciar o feminino na tv Revista Estudos Feministas, vol.
9, núm.
2, segundo semestre, 2001, pp.
586-599 Universidade Federal de Santa Catarina Santa Catarina, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=38109215 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto MÍDIA E EDUCAÇÃO DA MULHER: UMA DISCUSSÃO TEÓRICA SOBRE MODOS DE ENUNCIAR O FEMININO NA TV ROSA MARIA BUENO FISCHER Resumo: Neste trabalho discutem-se os conceitos de poder, subjetivação e (a)normalidade, de Michel Foucault, bem como os conceitos de cultura e diferença propostos por Homi Bhabha, em relação à temática da enunciação do feminino, conforme a psicanalista Maria Rita Kehl.
Tal discussão é feita no sentido de expor a fundamentação de uma pesquisa em andamento sobre a subjetividade feminina na mídia televisiva, a qual dá continuidade a investigações anteriores, cujos resultados são também brevemente comentados.
O que está em jogo é uma descrição de como se constrói um discurso sobre as mulheres em diferentes produtos televisivos, atentando para os vazios do simbólico em relação ao feminino.
Este, conforme Kehl, tanto para os homens como para as mulheres, “constitui a dimensão maldita na nossa cultura”, já que as mulheres estariam historicamente numa posição em que o sujeito é sempre o outro: ou o pai, ou a mãe fálica ou o parceiro. Palavras-chave: enunciação, mídia, mulher, dispositivo pedagógico, discurso. Neste artigo,1 discuto algumas questões teóricas a respeito de uma investigação em curso, ...





Documentos relacionados