Mau aluno, boa aluna? como as professoras avaliam meninos e meninas Reportar como inadecuado




Mau aluno, boa aluna? como as professoras avaliam meninos e meninas - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Revista Estudos Feministas 2001, 9 (2)

Autor: Marília Pinto de Carvalho

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Revista Estudos Feministas ISSN: 0104-026X ref@cfh.ufsc.br Universidade Federal de Santa Catarina Brasil Carvalho, Marília Pinto de Mau aluno, boa aluna? Como as professoras avaliam meninos e meninas Revista Estudos Feministas, vol.
9, núm.
2, segundo semestre, 2001, pp.
554-574 Universidade Federal de Santa Catarina Santa Catarina, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=38109213 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto MAU ALUNO, BOA ALUNA? COMO AS PROFESSORAS AVALIAM MENINOS E MENINAS MARÍLIA PINTO DE CARVALHO Resumo: Baseado em pesquisa qualitativa numa escola pública de ensino fundamental de São Paulo, o artigo discute os critérios de avaliação escolar das professoras, apontando em que medida suas opiniões sobre masculinidade e feminilidade interferiam em seus julgamentos e o que era mais valorizado no comportamento de meninas e meninos.
Conclui pela urgência de promover essa reflexão no campo educacional, pois, se já eram marcantes em sistemas de avaliação mais formalizados, com testes, atribuição de notas e organização da escola em séries, as hierarquias de gênero parecem tornar-se mais poderosas nas chamadas avaliações de processo, em curso na maioria das escolas brasileiras, a partir do sistema de ciclos. Palavras-chave: ensino fundamental, avaliação, relações de gênero, fracasso escolar As estatísticas nacionais, embora precárias no que se refere à desagregação por sexo, não deixam dúvidas quanto à diferença de desempenho escolar entre meninos e meninas em todo o ensino fundamental e médio.
Pode-se tomar os dados sobre evasão e repetência ou as informações sobre defasagem entre série cursada e idade da criança: qualquer dessas cifras indica que os...





Documentos relacionados