Fitogeografia e regeneração natural em florestas urbanas de são cristóvão-se-brasil Report as inadecuate




Fitogeografia e regeneração natural em florestas urbanas de são cristóvão-se-brasil - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Heloísa Thaís Rodrigues de Souza ; Rosemeri Melo e Souza ;Investigaciones Geográficas (Mx) 2012, (77)

Author: Judson Augusto Oliveira Malta

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Investigaciones Geográficas (Mx) ISSN: 0188-4611 edito@igg.unam.mx Instituto de Geografía México Oliveira Malta, Judson Augusto; Rodrigues de Souza, Heloísa Thaís; Melo e Souza, Rosemeri Fitogeografia e regeneração natural em florestas urbanas de São Cristóvão-SE-Brasil Investigaciones Geográficas (Mx), núm.
77, 2012, pp.
48-62 Instituto de Geografía Distrito Federal, México Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=56923353005 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Investigaciones Geográficas, Boletín del Instituto de Geografía, UNAM ISSN 0188-4611, Núm.
77, 2012, pp.
48-62 Fitogeografia e regeneração natural em florestas urbanas de São Cristóvão-SE-Brasil Recibido: 14 de octubre de 2010.
Aceptado em version final: 15 de septiembre de 2011. Judson Augusto Oliveira Malta* Heloísa Thaís Rodrigues de Souza* Rosemeri Melo e Souza* Resumo.
O processo de expansão urbana de Aracaju, capital do Estado de Sergipe, Brasil, se configura um processo histórico representante da negação da questão ambiental em desrespeito à conservação da dinâmica ecossistêmica da zona costeira.
O presente estudo avalia a dinâmica fitogeográfica de dois setores de florestas urbanas localizadas no entorno do Campus São Cristóvão da Universidade Federal de Sergipe (UFS).
Foram realizados: os levantamentos de dados de geoprocessamento nos permitiram a montagem de um banco de dados geográficos para: o planejamento dos trabalhos de campo, a análise fitogeográfica e a elaboração cartográfica (Carta de vetores de pressão antrópica); quatro trabalhos de campo para aplicação de ficha de indicadores ambientais bióticos e produção dos perfis de vegetação; e em seguida, outros três trabalhos d...





Related documents