Taxa de soerguimento atual do arquipélago de são pedro e são paulo, oceano atlântico equatorial Reportar como inadecuado




Taxa de soerguimento atual do arquipélago de são pedro e são paulo, oceano atlântico equatorial - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Susanna Eleonora Sichel ; Thomas Ferreira da Costa Campos ; Narendra Kumar Srivastava ; Rodrigo Soares ;Rem: Revista Escola de Minas 2009, 62 (3)

Autor: Akihisa Motoki

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Rem: Revista Escola de Minas ISSN: 0370-4467 editor@rem.com.br Escola de Minas Brasil Motoki, Akihisa; Sichel, Susanna Eleonora; Campos, Thomas Ferreira da Costa; Srivastava, Narendra Kumar; Soares, Rodrigo Taxa de soerguimento atual do arquipélago de São Pedro e São Paulo, Oceano Atlântico Equatorial Rem: Revista Escola de Minas, vol.
62, núm.
3, julio-septiembre, 2009, pp.
331-342 Escola de Minas Ouro Preto, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=56416739011 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Akihisa Motoki et al. Geociências Taxa de soerguimento atual do arquipélago de São Pedro e São Paulo, Oceano Atlântico Equatorial (Present-day uplift rate of the Saint Peter and Saint Paul Islets, Equatorial Atlantic Ocean) Resumo Akihisa Motoki Departamento de Mineralogia e Petrologia Ígnea, Universidade do Estado do Rio de Janeiro E-mail: rochasornamentais@yahoo.com.br Susanna Eleonora Sichel Departamento de Geologia, Universidade Federal Fluminense E-mail: susanna@igeo.uff.br Thomas Ferreira da Costa Campos Departamento de Geologia, Univ. Federal do Rio Grande do Norte E-mail: tcampos@geologia.ufrn.br O arquipélago de São Pedro e São Paulo situa-se no Oceano Atlântico Equatorial, no topo de uma elevação morfológica submarina de 90 km de comprimento, 25 km de largura e 3.800 m de altura, composta de rochas peridotíticas do manto, denominada Cadeia Peridotítica de São Pedro e São Paulo.
A morfologia submarina é altamente acidentada com escarpas subverticais de centenas de metros de altura, sugerindo ocorrência de tectonismo recente, provavelmente ativo.
O mapa de seppômen do arquipélago mostra duas plataformas de abrasão marinha, com altitude respectiva de 4~5 m e de 7~9...





Documentos relacionados