Efeito da vaporização em madeira de eucalyptus dunnii sobre algumas propriedades mecânicas Reportar como inadecuado




Efeito da vaporização em madeira de eucalyptus dunnii sobre algumas propriedades mecânicas - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Ciência Florestal 2000, 10 (2)

Autor: Ivan Tomaselli

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Ciência Florestal ISSN: 0103-9954 cf@ccr.ufsm.br Universidade Federal de Santa Maria Brasil Tomaselli, Ivan Efeito da vaporização em madeira de eucalyptus dunnii sobre algumas propriedades mecânicas Ciência Florestal, vol.
10, núm.
2, 2000, pp.
123-133 Universidade Federal de Santa Maria Santa Maria, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=53400210 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Ciência Florestal, Santa Maria, v.
10, n.
2, p.123-133 ISSN 0103-9954 123 EFEITO DA VAPORIZAÇÃO EM MADEIRA DE Eucalyptus dunnii SOBRE ALGUMAS PROPRIEDADES MECÂNICAS WOOD VAPORIZATION EFFECT ON SOME MECHANICAL PROPERTIES OF Eucalyptus dunnii Elias Taylor Durgante Severo1 Ivan Tomaselli2 RESUMO Este estudo teve como objetivo avaliar o efeito da vaporização em toras e madeira serrada de Eucalyptus dunnii sobre as propriedades de compressão paralela e perpendicular às fibras e cisalhamento no sentiod radial e tangencial aos anéis de crescimento.
As razões do estudo deve-se à possibilidade de aliviar as tensões de crescimento existentes na espécie pelo emprego da vaporização. Os ensaios foram realizados na condição climatizada (12% de umidade).
Para isso, dois terços das toras, com diâmetro entre 20 a 30 cm, proveniente de seis árvores por procedência dessa espécie foram vaporizadas a 100ºC e 100% de umidade relativa durante 20 horas, enquanto que as demais toras foram utizadas com controle.
De cada tora foi retirada uma prancha central, orientada radialmente, de 8 cm de espessura, das quais se retirou vigotas de 8 cm x 8 cm.
Metade das vigotas provenientes de toras vaporizadas foram novamente submetidas à vaporização, durante 3 horas, nas mesmas condições anteriormente descritas, ob...





Documentos relacionados