Crescimento inicial de mudas de clitoria fairchildiana howard e peltophorum dubium (sprenge) taub em diferentes condições de sombreamento Reportar como inadecuado




Crescimento inicial de mudas de clitoria fairchildiana howard e peltophorum dubium (sprenge) taub em diferentes condições de sombreamento - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Isabela Lobato Silva ; Fatima C.M. Pinã Rodrigues ;Ciência Florestal 2001, 11 (2)

Autor: Rita C.Q. Portela

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Ciência Florestal ISSN: 0103-9954 cf@ccr.ufsm.br Universidade Federal de Santa Maria Brasil Portela, Rita C.Q.; Lobato Silva, Isabela; Pinã Rodrigues, Fatima C.M. Crescimento inicial de mudas de Clitoria fairchildiana Howard e Peltophorum dubium (Sprenge) Taub em diferentes condições de sombreamento Ciência Florestal, vol.
11, núm.
2, 2001, pp.
163-170 Universidade Federal de Santa Maria Santa Maria, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=53411214 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Ciência Florestal, Santa Maria, v.
11, n.
2, p.
163-170 ISSN 0103-9954 163 CRESCIMENTO INICIAL DE MUDAS DE Clitoria fairchildiana Howard E Peltophorum dubium (Sprenge) Taub EM DIFERENTES CONDIÇÕES DE SOMBREAMENTO GROWTH OF Peltophorum dubium (Sprenge) Taub and Clitoria fairchildiana Howard SEEDLINGS UNDER SHADING Rita C.Q.
Portela1 Isabela Lobato Silva2 Fatima C.M.
Pinã-Rodrigues3 RESUMO Este experimento teve como objetivo avaliar a influência do sombreamento no crescimento de mudas de Peltophorum dubium (Canafístula) e Clitoria fairchildiana (Sombreiro), espécies utilizadas no reflorestamento de encostas do município do Rio de Janeiro.
As sementes foram colhidas em diversas matrizes e semeadas em sacos plásticos.
As porcentagens de sombreamento testadas foram: 0% (sol pleno), 30%, 50% e 75%.
A instalação do experimento iniciou-se um mês após a semeadura.
O parâmetro altura foi analisado aos 30, 60, 90, 120 e 150 dias após a semeadura. O peso da matéria seca da raiz foi analisado aos 150 dias.
Os resultados demostraram que as espécies estudadas apresentam diferentes respostas para os parâmetros analisados.
Para o plantio imediato recomenda-se a produção de mudas de Sombreiro sob o somb...





Documentos relacionados