Avaliação da sazonalidade da produção de serapilheira numa floresta estacional decidual no município de santa maria-rs Reportar como inadecuado




Avaliação da sazonalidade da produção de serapilheira numa floresta estacional decidual no município de santa maria-rs - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Mauro Valdir Schumacher ; Eleandro José Brun ; Irene Seling ;Revista Árvore 2002, 26 (4)

Autor: Flávia Gizele König

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Revista Árvore ISSN: 0100-6762 r.arvore@ufv.br Universidade Federal de Viçosa Brasil König, Flávia Gizele; Schumacher, Mauro Valdir; Brun, Eleandro José; Seling, Irene Avaliação da sazonalidade da produção de serapilheira numa Floresta Estacional Decidual no município de Santa Maria-RS Revista Árvore, vol.
26, núm.
4, julho-agosto, 2002, pp.
429-435 Universidade Federal de Viçosa Viçosa, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=48826405 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto 429 Avaliação da Sazonalidade da Produção de Serapilheira . AVALIAÇÃO DA SAZONALIDADE DA PRODUÇÃO DE SERAPILHEIRA NUMA FLORESTA ESTACIONAL DECIDUAL NO MUNICÍPIO DE SANTA MARIA-RS1 Flávia Gizele König2, Mauro Valdir Schumacher 3, Eleandro José Brun4 e Irene Seling5 RESUMO - Durante o período de um ano, foram avaliadas a quantidade de serapilheira depositada e a sazonalidade de sua queda em um ecossistema de Floresta Estacional Decidual, próximo ao município de Santa Maria-RS.
Para o estudo foram utilizados 30 coletores de metal de formato circular, com 50 cm de diâmetro, distribuídos de maneira sistemática em seis parcelas de formato retangular, medindo 18 x 20 m, em área com características ambientais semelhantes.
O material depositado foi coletado mensalmente, separado em diferentes frações, seco e pesado.
A queda de serapilheira foi de 9,2 Mg-ha-ano, apresentando a seguinte composição: 67,8% de folhas, 19,3% de galhos finos e 12,9% de miscelânea (flores, frutos, sementes, outros materiais vegetais).
As maiores produções de serapilheira ocorreram entre julho e setembro, no período de inverno, e as menores entre outubro e abril, na primavera e no verão.
A deposição de serapilheira...





Documentos relacionados