Potencial de implementação da certificação florestal no polo moveleiro de ubá Reportar como inadecuado




Potencial de implementação da certificação florestal no polo moveleiro de ubá - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Laércio Antônio Gonçalves Jacovine ; Márcio Lopes da Silva ; Sebastião Renato Valverde ; Áurea Maria Brandi Nardelli ; José de Castro Silva ;Revista Árvore 2009, 33 (2)

Autor: Ricardo Ribeiro Alves

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Revista Árvore ISSN: 0100-6762 r.arvore@ufv.br Universidade Federal de Viçosa Brasil Ribeiro Alves, Ricardo; Gonçalves Jacovine, Laércio Antônio; Lopes da Silva, Márcio; Valverde, Sebastião Renato; Brandi Nardelli, Áurea Maria; Castro Silva, José de Potencial de implementação da certificação florestal no polo moveleiro de Ubá Revista Árvore, vol.
33, núm.
2, abril, 2009, pp.
387-394 Universidade Federal de Viçosa Viçosa, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=48813388020 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto 387 Potencial de implementação da certificação … POTENCIAL DE IMPLEMENTAÇÃO DA CERTIFICAÇÃO FLORESTAL NO POLO MOVELEIRO DE UBÁ 1 Ricardo Ribeiro Alves 2 , Laércio Antônio Gonçalves Jacovine3 , Márcio Lopes da Silva3, Sebastião Renato Valverde 3, Áurea Maria Brandi Nardelli 4 e José de Castro Silva3 RESUMO – O trabalho objetivou avaliar o potencial de implementação da certificação florestal no polo moveleiro de Ubá, MG.
Delimitaram-se, como objeto de estudo no polo, somente empresas ligadas à exportação, consideradas as potencialmente interessadas nessa certificação.
Elaborou-se um questionário para buscar informações de seus produtos principais, incluindo composição, matéria-prima, fornecedores e mercado.
Verificou-se que a maioria dessas empresas atendia principalmente ao mercado interno e suas exportações eram ocasionais.
A matéria-prima utilizada, em geral, era de painéis reconstituídos, já certificados por muitos dos seus fornecedores. Em torno de 85% das empresas pesquisadas já atendiam plena ou parcialmente à política de porcentagens do FSC, vigente atualmente.
Conclui-se que a certificação florestal pode ser considerada...





Documentos relacionados