A memória e a comunidade na experiência da vulnerabilidade. o mural de santo domingo sávio Reportar como inadecuado




A memória e a comunidade na experiência da vulnerabilidade. o mural de santo domingo sávio - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

José César Coimbra ;Estudios Políticos 2016, (49)

Autor: Sandra Patricia Arenas Grisales

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Estudios Políticos ISSN: 0121-5167 revistaepoliticos@gmail.com Instituto de Estudios Políticos Colombia Arenas Grisales, Sandra Patricia; Coimbra, José César A memória e a comunidade na experiência da vulnerabilidade.
O mural de Santo Domingo Sávio Estudios Políticos, núm.
49, julio-diciembre, 2016, pp.
95-111 Instituto de Estudios Políticos Medellín, Colombia Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=16446464005 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto A memória e a comunidade na experiência da vulnerabilidade. A memória e a comunidade na experiência da vulnerabilidade.
O mural de Santo Domingo Sávio* Sandra Patricia Arenas Grisales (Colombia)** José César Coimbra (Brasil)*** Resumo Este artigo aborda a criação de uma iniciativa de memória em Medellín, Colômbia: um mural com os nomes das pessoas assassinadas no bairro Santo Domingo Sávio.
Analisa-se a relação entre as concepções de memória, comum e comunidade a partir de várias perguntas: o que acontece quando se decide lembrar dos assassinos no mesmo espaço das vítimas? Por que o reconhecimento é central na discussão pública sobre a memória? Há lutos legítimos e outros ilegítimos? Quais são as vidas que contam? Trata-se de uma análise feita a partir dos resultados de duas pesquisas de doutorado com ênfase nos conceitos de comunidade, memória e identidade.
Conclui-se que para o caso do mural em Santo Domingo Sávio o comum para esse coletivo é a perda e a vulnerabilidade perante a violência, o que vincula os seus habitantes é menos uma identidade positiva que o reconhecimento da falta, a vulnerabilidade e enfrentar-se com a finitude que afeta a todos. Palavras chave Memória; Comum; Comunidade; Identidade; Rec...





Documentos relacionados