Efeito da adubação nitrogenada no crescimento e na produção de alho proveniente de cultura de tecidos e de multiplicação convencional Reportar como inadecuado




Efeito da adubação nitrogenada no crescimento e na produção de alho proveniente de cultura de tecidos e de multiplicação convencional - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

V. FAQUIN ; R. J. SOUZA ;Revista Brasileira de Ciência do Solo 2000, 24 1

Autor: F. V. RESENDE

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Revista Brasileira de Ciência do Solo ISSN: 0100-0683 revista@sbcs.org.br Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Brasil RESENDE, F.
V.; FAQUIN, V.; SOUZA, R.
J. EFEITO DA ADUBAÇÃO NITROGENADA NO CRESCIMENTO E NA PRODUÇÃO DE ALHO PROVENIENTE DE CULTURA DE TECIDOS E DE MULTIPLICAÇÃO CONVENCIONAL Revista Brasileira de Ciência do Solo, vol.
24, núm.
1, 2000, pp.
49-57 Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Viçosa, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=180218272008 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto EFEITO DA ADUBAÇÃO NITROGENADA NO CRESCIMENTO E NA PRODUÇÃO DE ALHO. 49 SEÇÃO IV - FERTILIDADE DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS EFEITO DA ADUBAÇÃO NITROGENADA NO CRESCIMENTO E NA PRODUÇÃO DE ALHO PROVENIENTE DE CULTURA DE TECIDOS E DE MULTIPLICAÇÃO CONVENCIONAL(1) F.
V.
RESENDE(2), V.
FAQUIN(3) & R.
J.
SOUZA(4) RESUMO Estudaram-se os efeitos de doses de nitrogênio sobre o crescimento e produção de plantas de alho provenientes de cultura de tecidos e de multiplicação convencional.
O experimento foi realizado no campo experimental do Setor de Olericultura da UFLA, em Lavras, MG.
Utilizou-se delineamento de blocos casualizados com quatro repetições, em esquema fatorial 2 x 5.
Os tratamentos foram compostos por plantas provenientes de duas formas de multiplicação (cultura de tecidos e convencional) e cinco doses de nitrogênio (0, 35, 70, 105 e 140 kg ha-1).
A altura e a produção de matéria seca das plantas foram avaliadas aos 30, 50, 70, 90, 110, 130 e 150 dias do plantio e a produção total e comercial de bulbos no final do ciclo.
Os resultados demonstraram grande diferença de resposta à adubação nitrogenada entre as formas de multiplicação.
Foram verifica...





Documentos relacionados