Atividade atpásica e pirofosfatásica em microssomos de raízes de milho colonizadas com fungos micorrízicos arbusculares Reportar como inadecuado




Atividade atpásica e pirofosfatásica em microssomos de raízes de milho colonizadas com fungos micorrízicos arbusculares - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Marco Antônio Martins ; Arnoldo Rocha Façanha ;Revista Brasileira de Ciência do Solo 2005, 29 2

Autor: Alessandro Coutinho Ramos

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Revista Brasileira de Ciência do Solo ISSN: 0100-0683 revista@sbcs.org.br Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Brasil Ramos, Alessandro Coutinho; Martins, Marco Antônio; Façanha, Arnoldo Rocha ATIVIDADE ATPÁSICA E PIROFOSFATÁSICA EM MICROSSOMOS DE RAÍZES DE MILHO COLONIZADAS COM FUNGOS MICORRÍZICOS ARBUSCULARES Revista Brasileira de Ciência do Solo, vol.
29, núm.
2, 2005, pp.
207-213 Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Viçosa, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=180214036006 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto ATIVIDADE ATPÁSICA E PIROFOSFATÁSICA EM MICROSSOMOS DE RAÍZES DE MILHO. 207 ATIVIDADE ATPÁSICA E PIROFOSFATÁSICA EM MICROSSOMOS DE RAÍZES DE MILHO COLONIZADAS COM FUNGOS MICORRÍZICOS ARBUSCULARES(1) Alessandro Coutinho Ramos(2), Marco Antônio Martins(3) & Arnoldo Rocha Façanha(4) RESUMO No presente trabalho, foi avaliada a influência de duas espécies de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) Glomus clarum e Gigaspora margarita sobre as atividades ATPásica e pirofosfatásica de microssomos obtidos por meio de fracionamento celular de raízes de milho colonizadas aos 20, 30, 40 e 60 dias do plantio.
Ambos os fungos proporcionaram aumentos significativos nas atividades das ATPases e pirofosfatases; entretanto, as maiores atividades foram observadas nas raízes colonizadas pelo fungo G.
clarum.
Os dados cinéticos indicaram a presença de uma ativação diferencial das H -ATPases e H -pirofosfatases presentes nas membranas das células radiculares, dependendo da espécie fúngica e do estádio da colonização das raízes pelos FMAs.
Como indicadores da eficiência da micorrização, foram avaliados a altura e o conteúdo de nutrientes na parte aérea ...





Documentos relacionados