Mineralogia e micromorfologia de solos esqueléticos do bioma cerrado, no leste de goiás Reportar como inadecuado




Mineralogia e micromorfologia de solos esqueléticos do bioma cerrado, no leste de goiás - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Nilton Curi ; Darrell Gene Schulze ; João José Granate de Sá e Melo Marques ; João Carlos Ker ; Paulo Emilio Ferreira da Motta ;Revista Brasileira de Ciência do Solo 2007, 31 5

Autor: João Bosco Vasconcellos Gomes

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Revista Brasileira de Ciência do Solo ISSN: 0100-0683 revista@sbcs.org.br Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Brasil Bosco Vasconcellos Gomes, João; Curi, Nilton; Gene Schulze, Darrell; Granate de Sá e Melo Marques, João José; Ker, João Carlos; Ferreira da Motta, Paulo Emilio MINERALOGIA E MICROMORFOLOGIA DE SOLOS ESQUELÉTICOS DO BIOMA CERRADO, NO LESTE DE GOIÁS Revista Brasileira de Ciência do Solo, vol.
31, núm.
5, 2007, pp.
875-886 Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Viçosa, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=180214062005 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto MINERALOGIA E MICROMORFOLOGIA DE SOLOS ESQUELÉTICOS DO BIOMA CERRADO. 875 SEÇÃO II - QUÍMICA E MINERALOGIA DO SOLO MINERALOGIA E MICROMORFOLOGIA DE SOLOS ESQUELÉTICOS DO BIOMA CERRADO, NO LESTE DE GOIÁS(1) João Bosco Vasconcellos Gomes(2), Nilton Curi(3), Darrell Gene Schulze(4), João José Granate de Sá e Melo Marques (5), João Carlos Ker( 6) & Paulo Emilio Ferreira da Motta(7) RESUMO A grande quantidade de material mineral com diâmetro maior que 2 mm de alguns solos do bioma Cerrado é uma característica de interesse em se tratando de formação, classificação, uso e manejo desses solos.
Com o objetivo de contrastar atributos morfológicos, físicos, químicos, mineralógicos e micromorfológicos desses solos, com caráter esquelético, foram estudados perfis de Plintossolos Pétricos e Cambissolos Háplicos no leste de Goiás, comparando-os, também, com outros perfis semelhantes descritos na literatura.
Cada perfil de solo (seis ao todo) correspondeu a uma trincheira, que permitiu a descrição morfológica e as amostragens, realizadas em duas profundidades, totalizando 12 amostras.
Os corpo...





Documentos relacionados