Degradação física de um latossolo vermelho utilizado para produção intensiva de forragem Reportar como inadecuado




Degradação física de um latossolo vermelho utilizado para produção intensiva de forragem - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Cássio Antônio Tormena ; Adriano Cassol Dutra ;Revista Brasileira de Ciência do Solo 2007, 31 5

Autor: Neyde Fabíola Balarezo Giarola

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Revista Brasileira de Ciência do Solo ISSN: 0100-0683 revista@sbcs.org.br Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Brasil Balarezo Giarola, Neyde Fabíola; Tormena, Cássio Antônio; Cassol Dutra, Adriano DEGRADAÇÃO FÍSICA DE UM LATOSSOLO VERMELHO UTILIZADO PARA PRODUÇÃO INTENSIVA DE FORRAGEM Revista Brasileira de Ciência do Solo, vol.
31, núm.
5, 2007, pp.
863-873 Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Viçosa, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=180214062004 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto DEGRADAÇÃO FÍSICA DE UM LATOSSOLO VERMELHO UTILIZADO PARA PRODUÇÃO. 863 DEGRADAÇÃO FÍSICA DE UM LATOSSOLO VERMELHO UTILIZADO PARA PRODUÇÃO INTENSIVA DE FORRAGEM(1) Neyde Fabíola Balarezo Giarola(2), Cássio Antônio Tormena(3) & Adriano Cassol Dutra(4) RESUMO A degradação e a perda de qualidade do solo podem ocorrer em áreas cultivadas com forragens para produção de feno devido ao freqüente e intenso tráfego de máquinas.
Neste trabalho foi testada a hipótese de que sistemas de produção intensiva de forragem para fenação podem conduzir à degradação da qualidade física do solo.
O objetivo deste estudo foi quantificar atributos físicos e morfológicos do solo para reconhecer e identificar a degradação física de um Latossolo Vermelho cultivado com a forrageira Tifton 85 (Cynodon spp.) para produção de feno, na região oeste do Paraná, Sul do Brasil.
Utilizou-se uma área sob floresta nativa, contígua à área experimental, como referência de qualidade física do solo. Realizaram-se avaliações morfológicas dos perfis de solo e, nos horizontes A e Bw, foram determinadas as seguintes propriedades físicas do solo: densidade do solo, porosidade total e di...





Documentos relacionados