Que vida queremos afirmar na construção de uma política de humanização nas práticas de saúde do sistema único de saúde sus? Reportar como inadecuado




Que vida queremos afirmar na construção de uma política de humanização nas práticas de saúde do sistema único de saúde sus? - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

InterfaceComunicação, Saúde, Educação 2009, 13 1

Autor: Claudia Abbês Baêta Neves

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Interface - Comunicação, Saúde, Educação ISSN: 1414-3283 intface@fmb.unesp.br Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Brasil Abbês Baêta Neves, Claudia Que vida queremos afirmar na construção de uma política de humanização nas práticas de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS)? Interface - Comunicação, Saúde, Educação, vol.
13, núm.
1, 2009, pp.
781-795 Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=180115446029 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto debate Que vida queremos afirmar na construção de uma política de humanização nas práticas de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS)? What kind of life do we want to affirm in constructing a humanization policy for the healthcare practices of SUS? ¿Qué vida queremos afirmar en la construcción de una política de humanización en las prácticas de salud del SUS? Claudia Abbês Baêta Neves1 Há um liame profundo entre os signos, o acontecimento, a vida, o vitalismo.
É a potência de uma vida não-orgânica, a que pode existir numa linha de desenho, de escrita ou de música.
São os organismos que morrem, não a vida.
Não há obra que não indique uma saída para a vida, que não trace um caminho entre as pedras. (Deleuze,1992, p.179) É com muito prazer que aceito o desafio de tecer alguns comentários, suscitados pelo instigante texto do Ruben Mattos, “Princípios do SUS e a humanização das práticas de saúde”, para a seção Debates da revista Interface.
Nosso intuito é ampliar e potencializar redes de conversações sobre os processos de constituição do SUS reativando sua força constituinte e afirmando sua potência de obra-abe...





Documentos relacionados