Anquilose temporomandibular bilateral: aspectos fonoaudiológicos e procedimentos clinidos Reportar como inadecuado




Anquilose temporomandibular bilateral: aspectos fonoaudiológicos e procedimentos clinidos - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Esther Mandelbaum Gonçalves Bianchini ;Revista CEFAC 2007, 9 3

Autor: Silvana Regina Marzotto

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Revista CEFAC ISSN: 1516-1846 revistacefac@cefac.br Instituto Cefac Brasil Marzotto, Silvana Regina; Mandelbaum Gonçalves Bianchini, Esther Anquilose temporomandibular bilateral: aspectos fonoaudiológicos e procedimentos clinidos Revista CEFAC, vol.
9, núm.
3, julio-septiembre, 2007, pp.
358-366 Instituto Cefac São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=169313371009 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto 358 Marzotto SR, Bianchini EMG ANQUILOSE TEMPOROMANDIBULAR BILATERAL: ASPECTOS FONOAUDIOLÓGICOS E PROCEDIMENTOS CLÍNICOS Bilateral ankylosis of the temporomandibular joint: oral miofunctional aspects and clinical procedure Silvana Regina Marzotto (1), Esther Mandelbaum Gonçalves Bianchini (2) RESUMO Objetivo: apresentar uma proposta terapêutica miofuncional orofacial, os procedimentos utilizados e resultados em caso de anquilose temporomandibular bilateral, buscando ressaltar a importância do trabalho interdisciplinar e a contribuição da fonoaudiologia para a reabilitação do sistema estomatognático nesses casos.
Métodos: relato de caso de paciente adulto, gênero masculino, encaminhado para avaliação e procedimentos fonoaudiológicos após três meses da realização de cirurgia articular, tendo como queixa principal grande restrição na abertura da boca.
Na avaliação fonoaudiológica foi constatado: abertura da boca máxima em 25 mm, ausência de movimentos de lateralidade e de protrusiva, mordida aberta anterior em 8 mm, dor constante em região temporal, dificuldade para realizar mastigação, deglutição, articulação da fala.
Constou dos objetivos terapêuticos: estimular e possibilitar a execução de movimentos mandibulares minimizando progressão de tecido ci...





Documentos relacionados