Reabilitação em disfagia orofaríngea neurogênica: sabor azedo e temperatura fria Reportar como inadecuado




Reabilitação em disfagia orofaríngea neurogênica: sabor azedo e temperatura fria - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Ana Rita Gatto ; Roberta Gonçalves da Silva ; Arthur Oscar Schelp ; Maria Aparecida Coelho de Arruda Henry ;Revista CEFAC 2008, 10 2

Autor: Paula Cristina Cola

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Revista CEFAC ISSN: 1516-1846 revistacefac@cefac.br Instituto Cefac Brasil Cola, Paula Cristina; Gatto, Ana Rita; Gonçalves da Silva, Roberta; Schelp, Arthur Oscar; Coelho de Arruda Henry, Maria Aparecida Reabilitação em disfagia orofaríngea neurogênica: sabor azedo e temperatura fria Revista CEFAC, vol.
10, núm.
2, abril-junio, 2008, pp.
200-205 Instituto Cefac São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=169313374009 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto 200 REABILITAÇÃO EM DISFAGIA OROFARÍNGEA NEUROGÊNICA: SABOR AZEDO E TEMPERATURA FRIA Rehabilitation in neurogenic oropharyngeal dysphagia: sour taste and cold temperature Paula Cristina Cola (1), Ana Rita Gatto (2), Roberta Gonçalves da Silva (3), Arthur Oscar Schelp (4), Maria Aparecida Coelho de Arruda Henry (5) RESUMO Tema: reabilitação em disfagia orofaríngea neurogênica Objetivo: apresentar revisão de literatura sobre os controles neurofisiológicos da deglutição orofaríngea e a influência do sabor azedo e da temperatura fria no mecanismo da deglutição.
Conclusão: quanto à questão do controle central da deglutição, ainda existem controvérsias em relação ao sabor azedo e a temperatura fria.
Esses dois parâmetros provocam mudanças na dinâmica da deglutição, podendo trazer benefícios aos indivíduos acometidos por disfagia orofaríngea neurogênica.
Porém, tais achados sugerem a necessidade de investigações futuras com populações randomizadas. DESCRITORES: Transtornos de Deglutição; Reabilitação; Acidente Cerebral Vascular ■ INTRODUÇÃO As dificuldades de deglutição são comuns em pacientes após acidente vascular encefálico (AVE). Estudos diversos relataram incidência de disfagia ...





Documentos relacionados