Mastigação e dietas alimentares para redução de peso Reportar como inadecuado




Mastigação e dietas alimentares para redução de peso - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Rachel Batista de Moares ; Andréa Rodrigues Motta ;Revista CEFAC 2008, 10 2

Autor: Roberta Menegheli Cardoso Apolinário

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Revista CEFAC ISSN: 1516-1846 revistacefac@cefac.br Instituto Cefac Brasil Cardoso Apolinário, Roberta Menegheli; Batista de Moares, Rachel; Rodrigues Motta, Andréa Mastigação e dietas alimentares para redução de peso Revista CEFAC, vol.
10, núm.
2, abril-junio, 2008, pp.
191-199 Instituto Cefac São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=169313374008 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto 191 MASTIGAÇÃO E DIETAS ALIMENTARES PARA REDUÇÃO DE PESO Mastication and diets for weight reduction Roberta Menegheli Cardoso Apolinário (1), Rachel Batista de Moares (2), Andréa Rodrigues Motta (3) RESUMO Objetivo: conhecer as orientações sobre mastigação fornecida por acadêmicos de Nutrição a pacientes submetidos à dieta para redução de peso e verificar os padrões mastigatórios de indivíduos que tenham recebido tais orientações.
Métodos: aplicação de questionário a 30 acadêmicos sobre as orientações ministradas no caso de perda de peso e de protocolo de avaliação da mastigação em 30 pacientes em dieta alimentar.
Os dados foram coletados em três clínicas escolas da Grande Vitória e analisados por meio do Teste exato de Fisher a um nível de significância de 5%.
Resultados: dentre os acadêmicos 83,3% realizam freqüentemente orientação sobre mastigação, sendo que 60,0% sobre velocidade-número de ciclos mastigatórios.
Todos os casos atendidos são orientados por 63,3% dos pesquisados e 93,3% acreditam na influência da mastigação na redução de peso, sendo para 73,3% decorrente do alcance da saciedade.
Quanto aos encaminhamentos para o fonoaudiólogo 96,7% nunca realizaram, tendo 53,3% deixado de informar o motivo.
Com relação aos pacientes verificou...





Documentos relacionados