Apresentação Reportar como inadecuado




Apresentação - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Zita Rosane Possamai ;Educar em Revista 2015, 58

Autor: Cláudio de Sá Machado Júnior

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Educar em Revista ISSN: 0104-4060 educar@ufpr.br Universidade Federal do Paraná Brasil de Sá Machado Júnior, Cláudio; Rosane Possamai, Zita Apresentação Educar em Revista, núm.
58, octubre-diciembre, 2015, pp.
17-20 Universidade Federal do Paraná Paraná, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=155043164002 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Apresentação O patrimônio tem mobilizado indivíduos, grupos, instituições e nações de modo crescente a partir da segunda metade do século XX.
Considerado como um modo singular da humanidade lidar com o transcurso inexorável do tempo, elegendo traços e vestígios da memória para fugir à destruição e ao desaparecimento, a invenção dos patrimônios adquire uma multiplicidade de formas – do material ao intangível – capaz de colocar sob suspeição sua própria razão de ser. Afinal, tudo pode ser patrimônio! Se, por um lado, avança-se na tarefa hercúlea de tentar parar o tempo e preservar o máximo possível, por outro, as retóricas da perda insistem na crise da memória e nas lacunas advindas da destruição dos remanescentes do passado. A humanidade atônita assiste em tempo real a destruição do patrimônio milenar sírio pelo Estado Islâmico, enquanto os profissionais da UNESCO tentam conter o tráfico ilícito desses bens no mercado internacional.
Comunidades mobilizam-se pela preservação de parcos traços de seu patrimônio local.
Os patrimônios intangíveis passam a fazer parte das políticas públicas nacionais e internacionais no final do século XX, quando até então apenas se falava em patrimônio material.
Indivíduos e suas memórias ganham a cena para além dos pareceres técnicos especializados.
Desloca-se ...





Documentos relacionados