Estoque de carbono em latossolo vermelho distroférrico sob diferentes sistemas de manejo Reportar como inadecuado




Estoque de carbono em latossolo vermelho distroférrico sob diferentes sistemas de manejo - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Marcos G. Pereira ; Adriano Perin ;Revista Brasileira de Ciências Agrárias 2012, 7 (4)

Autor: Roni F. Guareschi

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Revista Brasileira de Ciências Agrárias ISSN: 1981-1160 editorgeral@agraria.pro.br Universidade Federal Rural de Pernambuco Brasil Guareschi, Roni F.; Pereira, Marcos G.; Perin, Adriano Estoque de carbono em Latossolo Vermelho Distroférrico sob diferentes sistemas de manejo Revista Brasileira de Ciências Agrárias, vol.
7, núm.
4, octubre-diciembre, 2012, pp.
597-602 Universidade Federal Rural de Pernambuco Pernambuco, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=119024993010 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto AGRÁRIA Revista Brasileira de Ciências Agrárias ISSN (on line) 1981-0997 v.7, n.4, p.597-602, out.-dez., 2012 Recife, PE, UFRPE.
www.agraria.ufrpe.br DOI:10.5039-agraria.v7i4a1767 Protocolo 1767 - 31-08-2011 • Aprovado em 03-05-2012 Roni F.
Guareschi1,3 Marcos G.
Pereira1,4 Adriano Perin2 Estoque de carbono em Latossolo Vermelho Distroférrico sob diferentes sistemas de manejo RESUMO A introdução de sistemas agrícolas em áreas com vegetação nativa resulta, geralmente, na rápida perda do carbono orgânico em ambientes tropicais implicando na diminuição da qualidade do solo.
Desta forma, o objetivo deste trabalho foi avaliar as modificações nos estoques de carbono e em alguns atributos físicos do solo (densidade do solo - Ds e volume total de poros - VTP), sob diferentes sistemas de manejo, no cerrado goiano.
Para isto foram selecionados, em Rio Verde (GO), quatro diferentes tipos de manejo, a saber: sistema de plantio direto com três anos de implantação (SPD-3); sistema de plantio convencional (SPC), pastagem plantada com Brachiaria brizantha (PP), sendo essas áreas comparadas a uma área de cerrado nativo “stricto sensu” (CN).
Em cada uma das áreas foram coleta...





Documentos relacionados