Trajetórias de mulheres no esporte em portugal: assimetrias, resistências e possibilidades Reportar como inadecuado




Trajetórias de mulheres no esporte em portugal: assimetrias, resistências e possibilidades - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Paula Botelho Gomes ; Paula Silva ; Silvana Vilodre Goellner ;Movimento 2010, 16 (1)

Autor: Angelita Alice Jaeger

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Movimento ISSN: 0104-754X stigger@adufrgs.ufrgs.br Escola de Educação Física Brasil Jaeger, Angelita Alice; Botelho Gomes, Paula; Silva, Paula; Vilodre Goellner, Silvana Trajetórias de mulheres no esporte em Portugal: assimetrias, resistências e possibilidades Movimento, vol.
16, núm.
1, enero-marzo, 2010, pp.
245-267 Escola de Educação Física Rio Grande do Sul, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=115312527014 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Trajetórias de mulheres no esporte em Portugal: assimetrias, resistências e possibilidades Angelita Alice Jaeger* Paula Botelho Gomes** Paula Silva*** Silvana Vilodre Goellner**** Resumo: Fundamentada no aporte teórico dos estudos de gênero, esta pesquisa efetivou-se através da realização de entrevistas com 21 mulheres atletas e ex-atletas atuantes nas funções técnicas e diretivas no esporte de Portugal.
Emergiram três unidades de significados cuja análise permite identificar avanços na ampliação da participação das mulheres no campo esportivo, ainda que, para que se mantenha, seja necessário que as mulheres diversifiquem funções e aceitem condições de trabalho diferenciadas daquelas oferecidas aos homens. Rejeitando a posição de vítimas, as entrevistadas transformam as assimetrias em desafios e sugerem ações para incentivar, ampliar e consolidar a participação feminina em todas as esferas de competência esportiva. Palavras-chave: Mulheres.
Esporte.
Identidade de gênero. Trabalho feminino. 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS O ano de 2007 foi designado pelo Parlamento Europeu e pelo Conselho da União Europeia (UE) como o “Ano Europeu da Igualdade de Oportunidades para Todos”.1 Considerando a multiplicidade de cul*...





Documentos relacionados