Revisão da literatura brasileira sobre a problemática do desenvolvimento de crianças assistidas por clínicas-escola Reportar como inadecuado




Revisão da literatura brasileira sobre a problemática do desenvolvimento de crianças assistidas por clínicas-escola - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Maria Lúcia Tiellet Nunes ;Aletheia 2010, (33)

Autor: Cristine Boaz

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Aletheia ISSN: 1413-0394 mscarlotto@ulbra.br Universidade Luterana do Brasil Brasil Boaz, Cristine; Tiellet Nunes, Maria Lúcia Revisão da literatura brasileira sobre a problemática do desenvolvimento de crianças assistidas por clínicas-escola Aletheia, núm.
33, septiembre-diciembre, 2010, pp.
151-165 Universidade Luterana do Brasil Canoas, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=115021494013 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Aletheia 33, p.151-165, set.-dez.
2010 Revisão da literatura brasileira sobre a problemática do desenvolvimento de crianças assistidas por clínicas-escola Cristine Boaz Maria Lúcia Tiellet Nunes Resumo: O objetivo do estudo é revisar a literatura brasileira sobre a problemática de desenvolvimento de crianças assistidas em clínicas-escola de 1980 a 2008, para avaliar mudanças nos problemas desenvolvimentais em relação ao sexo da criança.
Os artigos são oriundos das bases eletrônicas Bvs, Indexpsi, Lilacs, Pepsic e Scielo, a partir dos descritores clínicas-escola, crianças, desenvolvimento infantil, o que resultou em 22 artigos, divididos em três grupos, de acordo com a análise de dados realizada.
Foi possível identificar o perfil mais frequente entre os sexos: mais meninos do que meninas apresentam problemas de aprendizagem e comportamento do tipo externalizante.
Entretanto, não há dados inferenciais que permitam afirmar diferenças entre os problemas desenvolvimentais em relação a sexo, o que, por sua vez, impossibilita concluir se os problemas desenvolvimentais por sexo mudaram ao longo do tempo. Palavras-chave: clínica-escola, crianças, problemática do desenvolvimento. Literature review about children’s development problems in school ...





Documentos relacionados