Compatibilidade entre o marmeleiro porta-enxerto cv. emc e cultivares de pereira Reportar como inadecuado




Compatibilidade entre o marmeleiro porta-enxerto cv. emc e cultivares de pereira - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

José Carlos FACHINELLO ; Luciano PICOLOTTO ;Scientia Agraria 2007, 8 (1)

Autor: Clevison Luiz GIACOBBO

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Scientia Agraria ISSN: 1519-1125 sciagr@ufpr.br Universidade Federal do Paraná Brasil GIACOBBO, Clevison Luiz; FACHINELLO, José Carlos; PICOLOTTO, Luciano COMPATIBILIDADE ENTRE O MARMELEIRO PORTA-ENXERTO cv.
EMC E CULTIVARES DE PEREIRA Scientia Agraria, vol.
8, núm.
1, 2007, pp.
33-37 Universidade Federal do Paraná Paraná, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=99516333004 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto COMPATIBILIDADE ENTRE O MARMELEIRO PORTA-ENXERTO cv.
EMC E CULTIVARES DE PEREIRA GRAFTING COMPATIBILITY BETWEEN THE QUINCE ROOTSTOCK cv.
EMC AND PEARS CULTIVARS1 Clevison Luiz GIACOBBO2 José Carlos FACHINELLO3 Luciano PICOLOTTO4 RESUMO Objetivou-se com este trabalho, verificar o grau de compatibilidade entre o porta-enxerto de marmeleiro cv.
EMC e as cultivares de pereira Cascatense, Carrick e Seleta, com três anos de idade.
O pomar foi conduzido no sistema de média-alta densidade (2000 plantas ha-1), em forma de líder central e irrigado por gotejamento (2 L h-1, por planta).
Analisou-se a compatibilidade de enxertia, verificada através do diâmetro do tronco e avaliação visual; a altura de copa e o volume de copa.
A área da secção do tronco foi semelhante para todos os tratamentos, exceto quando comparada com o ponto de enxertia, em que o diâmetro deste foi superior ao diâmetro do tronco tanto da cv.
copa quanto do porta-enxerto, em todos os tratamentos.
Na observação visual da compatibilidade de enxertia, verificou-se que somente na cultivar Cascatense, o porta-enxerto EMC cresceu menos em relação à cultivar copa, ocorrendo hipertrofia acentuada no ponto de enxertia, enquanto que as cultivares Carrick e Seleta, apresentaram visualmente diferenças que podem ser co...





Documentos relacionados