Culturas de sucessão ao milho na dinâmica populacional de plantas daninhas Reportar como inadecuado




Culturas de sucessão ao milho na dinâmica populacional de plantas daninhas - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Ricardo CARMONA ; Alexandre Nunes CARDOSO ; Arminda Moreira de CARVALHO ;Scientia Agraria 2008, 9 (1)

Autor: Joilson SODRÉ FILHO

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Scientia Agraria ISSN: 1519-1125 sciagr@ufpr.br Universidade Federal do Paraná Brasil SODRÉ FILHO, Joilson; CARMONA, Ricardo; Nunes CARDOSO, Alexandre; Moreira de CARVALHO, Arminda CULTURAS DE SUCESSÃO AO MILHO NA DINÂMICA POPULACIONAL DE PLANTAS DANINHAS Scientia Agraria, vol.
9, núm.
1, 2008, pp.
7-14 Universidade Federal do Paraná Paraná, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=99516828002 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto SODRÉ FILHO, J.
et al.
Culturas de sucessão ao milho na dinâmica. CULTURAS DE SUCESSÃO AO MILHO NA DINÂMICA POPULACIONAL DE PLANTAS DANINHAS1 DIFFERENT SEQUENTIAL CROPS AFTER MAIZE ON WEED POPULATION DYNAMICS Joilson SODRÉ FILHO2 Ricardo CARMONA3 Alexandre Nunes CARDOSO4 Arminda Moreira de CARVALHO5 RESUMO O objetivo deste trabalho foi estudar o efeito das culturas de sucessão ao milho (aveia-preta, crotalária júncea, feijão-bravo-do-ceará, guandu, mucuna cochinchinense, girassol e milheto) na dinâmica de plantas daninhas nos sistemas convencional de preparo do solo e plantio direto no Cerrado.
A matéria seca das plantas daninhas foi avaliada aos 60 dias após a semeadura das culturas de sucessão e a população de plantas daninhas aos 30 e 60 dias após a semeadura das culturas de sucessão, e aos 45 dias após a semeadura do milho.
Estimou-se o banco de sementes de plantas daninhas no solo nas áreas das culturas de sucessão em julho de 2001 e de 2002.
As espécies aveia-preta, feijão-bravo-do-ceará, girassol, guandu e mucuna cochinchinense, utilizadas em sucessão ao milho, reduziram a matéria seca das plantas daninhas. O plantio direto reduziu o banco de sementes de plantas daninhas no solo, porém apresentou maior taxa de emergência de p...





Documentos relacionados