A criança hiperativa e seu corpo: auto-regulação e limites Reportar como inadecuado




A criança hiperativa e seu corpo: auto-regulação e limites - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Boletim Academia Paulista de Psicologia 2006, XXVI (2)

Autor: Regina Célia Gorodscy

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Boletim Academia Paulista de Psicologia ISSN: 1415-711X academia@appsico.org.br Academia Paulista de Psicologia Brasil Gorodscy, Regina Célia A criança Hiperativa e seu Corpo: auto-regulação e limites Boletim Academia Paulista de Psicologia, vol.
XXVI, núm.
2, maio-agosto, 2006, pp.
27-38 Academia Paulista de Psicologia São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=94626209 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Boletim Academia Paulista de Psicologia - Ano XXVI, nº 2-06: 27-38 • A criança Hiperativa e seu Corpo: auto-regulação e limites The Hyperactive Child and his Body: self-regulation and limits Regina Célia Gorodscy1 Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP Resumo: O presente trabalho caracteriza-se como relato de experiência no atendimento, desde 1990 a 2006, em psicoterapia de crianças com diagnóstico de TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade), incluindo seus pais.
O procedimento DesenhosEstórias de Trinca e a abordagem por relaxamento são procedimentos utilizados com o objetivo de comunicação e de sintonia com a criança e seus pais, acrescentando a facilitação da expressão de aspectos mais profundos das angústias básicas.
Esta experiência permite ao psicólogo clinico fazer uma reflexão sobre a questão do diagnóstico psicológico realizado para compreender a síndrome.
Sob olhar dessa experiência, considera-se que a movimentação excessiva das crianças está interligada à dinâmica de suas interações pessoais que definem limites e auto-regulação, na qual intervêm os valores e expectativas e a pouca disponibilidade de sua continência – incompreendida. Palavras-chaves: hiperatividade, desenhos-estórias, limites, corpore...





Documentos relacionados