Oficinas literárias com crianças em risco psicossocial Reportar como inadecuado




Oficinas literárias com crianças em risco psicossocial - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Boletim Academia Paulista de Psicologia 2007, XXVII (1)

Autor: Dóris Lieth Peçanha

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Boletim Academia Paulista de Psicologia ISSN: 1415-711X academia@appsico.org.br Academia Paulista de Psicologia Brasil Peçanha, Dóris Lieth Oficinas Literárias com Crianças em Risco Psicossocial Boletim Academia Paulista de Psicologia, vol.
XXVII, núm.
1, janeiro-junho, 2007, pp.
83-94 Academia Paulista de Psicologia São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=94627113 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Boletim Academia Paulista de Psicologia - Ano XXVII, nº 1-07: 83-94 • Oficinas Literárias com Crianças em Risco Psicossocial1 Literary workshops for children under psychosocial risk Dóris Lieth Peçanha2 Universidade Federal de São Carlos Resumo: Este trabalho analisou os efeitos da utilização de contos de fadas em oficinas literárias, no contexto de uma avaliação-intervenção psicológica com crianças em risco psicossocial.
Foi estudado um grupo de crianças de rua (N= 12) que frequentava a Casa da Criança, na cidade de São Carlos, São Paulo.
A hipótese de trabalho foi a de que os contos de fadas favoreceriam o desenvolvimento sócio-afetivo dos participantes, o que seria expresso, empiricamente, na diminuição do estresse infantil e numa maior empatia nas crianças.
O contato com os contos de fadas, no decorrer das oficinas, possibilitou trabalhar as vivências psíquicas de cada criança, num contexto grupal, favorecendo o seu desenvolvimento emocional.
Adotou-se uma metodologia quali-quantitativa, através do registro e análise das verbalizações das crianças durante as oficinas literárias e da quantificação dos resultados obtidos nos testes psicológicos.
Utilizou-se a Escala de Stress Infantil, a Escala de Empatia e o teste das Fábulas.
Esses instrum...





Documentos relacionados