Uma aproximação de kant à sociedade civil: o discurso crítico Reportar como inadecuado




Uma aproximação de kant à sociedade civil: o discurso crítico - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Prisma Jurídico 2009, 8 (1)

Autor: Carlos Leone

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Prisma Jurídico ISSN: 1677-4760 prismajuridico@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil Leone, Carlos Uma aproximação de Kant à sociedade civil: o discurso crítico Prisma Jurídico, vol.
8, núm.
1, enero-junio, 2009, pp.
77-96 Universidade Nove de Julho São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=93412810005 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Uma aproximação de Kant à sociedade civil: o discurso crítico Carlos Leone Doutor em História e Teoria das Ideias – Universidade Nova de Lisboa Pesquisador do Centro de História da Cultura da Universidade Nova de Lisboa Lisboa [Portugal] ce.leone@gmail.com Neste artigo, analisam-se, de acordo com a filosofia iluminista de Kant, as teses sobre o exercício do uso público da razão e a ilustração do público e sobre o problema da constituição do espaço público que a Sociedade Civil criara em face do Estado absolutista, orientado, na Revolução Francesa, para um sentido universalista.
O pensamento de Kant relaciona-se com a revolução que o discurso crítico moderno sofre nesse período histórico do crepúsculo das Luzes, mais especificamente no tocante à cisão entre o discurso crítico geral e os diversos registos críticos especializados, que será consumada no Romantismo. Palavras-chave: Discurso crítico.
Iluminismo.
Kant. Prisma Jur., São Paulo, v.
8, n.
1, p.
77-96, jan.-jun.
2009. 77 Uma aproximação de Kant à sociedade civil: o discurso crítico 1 Introdução Este artigo reformula o capítulo 12 da nossa tese auxiliar da dissertação de doutoramento em História das Ideias, publicada em Portugal na Imprensa Nacional – Casa da Moeda (LEONE, 2005). A concepção kantiana de progresso radica numa F...





Documentos relacionados