Redes tecnossociais e democratização das políticas públicas Reportar como inadecuado




Redes tecnossociais e democratização das políticas públicas - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Sociologias 2010, 12 23

Autor: Tamara Tania Cohen Egler

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Sociologias ISSN: 1517-4522 revsoc@ufrgs.br Universidade Federal do Rio Grande do Sul Brasil Cohen Egler, Tamara Tania Redes tecnossociais e democratização das políticas públicas Sociologias, vol.
12, núm.
23, enero-abril, 2010, pp.
208-236 Universidade Federal do Rio Grande do Sul Porto Alegre, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=86819547008 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto 208 SOCIOLOGIAS DOSSIÊ Sociologias, Porto Alegre, ano 12, no 23, jan.-abr.
2010, p.
208-236 Redes tecnossociais e democratização das políticas públicas Tamara Tania Cohen Egler* Resumo Examinar a ampliação do uso de TICs por organizações sociais e governamentais na gestão da cidade é o objetivo do presente estudo.
Nossa intenção é entender de que forma as tecnologias da informação e comunicação podem ser uma via alternativa que redefine as relações entre Estado e sociedade, substituindo políticas urbanas tradicionais por formas colaborativas de interação dos atores sociais.
Entre os resultados alcançados pela pesquisa, é possível destacar a elaboração de uma metodologia capaz de mapear os princípios de organização, articulação, conexão e interação que constituem a existência de redes tecnossociais.
A aplicação da metodologia nas cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo demonstrou indicadores, gráficos e práticas políticas.
A análise desses dados revela como as redes se constituem por uma arquitetura móvel, fluída, flexível, organizadas em torno de políticas comuns de ação e formadas por uma identidade coletiva que aproxima os atores das redes tecnossociais.
Os princípios que mediam esta coesão são de compartilhamento, confiança e solidariedade, que redefin...





Documentos relacionados