Escolhas alimentares e juventude: estudo comparativo entre jovens da rede pública de ensino rural e urbano de vitória da conquista, bahia em 2009 Reportar como inadecuado




Escolhas alimentares e juventude: estudo comparativo entre jovens da rede pública de ensino rural e urbano de vitória da conquista, bahia em 2009 - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Raquel Souzas ; Sandra Rego de Jesus ;Saúde Coletiva 2013, 10 60

Autor: Milene Silva Sousa

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Saúde Coletiva ISSN: 1806-3365 editorial@saudecoletiva.com.br Editorial Bolina Brasil Silva Sousa, Milene; Souzas, Raquel; Rego de Jesus, Sandra Escolhas alimentares e juventude: estudo comparativo entre jovens da rede pública de ensino (rural e urbano) de Vitória da Conquista, Bahia em 2009 Saúde Coletiva, vol.
10, núm.
60, 2013, pp.
33-39 Editorial Bolina São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=84228212006 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Nutrição em Saúde Pública Sousa MS, Souzas R, Jesus SR.
Escolhas alimentares e juventude: estudo comparativo entre jovens da rede pública de ensino (rural e urbano) de Vitória da Conquista, Bahia em 2009*. Escolhas alimentares e juventude: estudo comparativo entre jovens da rede pública de ensino (rural e urbano) de Vitória da Conquista, Bahia em 2009* Este trabalho objetiva analisar o comportamento alimentar de jovens baseado em suas escolhas alimentares e identificar influências, participação da família e de condições socioeconômicas.
O estudo foi do tipo transversal com abordagem quantitativa, tendo como cenários 143 jovens, de ensino médio da rede pública de um município do interior baiano, Vitória da Conquista.
Destes, 73 alunos foram de escola espaço urbano (escola A) e 70 alunos de escola espaço rural (escola B).
Nota-se que no espaço rural houve maior percentual de meninos (66,0%), com faixa etária entre 19 e 24 anos (54,3%) e filhos de mães não alfabetizadas (80,0%).
61,9% dos jovens de escola urbana consideram sua alimentação saudável; 77,1% comem verduras e legumes todos os dias da semana; 50,0% dos jovens têm suas mães como responsáveis pela preparação da comida e 55,3% têm a família como i...





Documentos relacionados