Dados coletados na rotina da rede municipal especializada em dst-aids de são paulo utilizados em pesquisa: relato de experiência Reportar como inadecuado




Dados coletados na rotina da rede municipal especializada em dst-aids de são paulo utilizados em pesquisa: relato de experiência - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Denise Pimentel Bergamaschi ; Solange Maria Santos Oliveira ; Thaís Arthur ; Helena Tomyama ; Esper Georges Kallás ;Saúde Coletiva 2013, 10 59

Autor: Katia Cristina Bassichetto

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Saúde Coletiva ISSN: 1806-3365 editorial@saudecoletiva.com.br Editorial Bolina Brasil Bassichetto, Katia Cristina; Pimentel Bergamaschi, Denise; Santos Oliveira, Solange Maria; Arthur, Thaís; Tomyama, Helena; Georges Kallás, Esper Dados coletados na rotina da Rede Municipal Especializada em DST-Aids de São Paulo utilizados em pesquisa: relato de experiência Saúde Coletiva, vol.
10, núm.
59, 2013, pp.
60-64 Editorial Bolina São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=84228211011 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto pesquisa sobre serviços de saúde Bassichetto KC, Bergamaschi DP, Oliveira SMS, Arthur T, Tomyama H, Kallás EG.
Dados coletados na rotina da Rede Municipal Especializada em DST-Aids de São Paulo utilizados em pesquisa: relato de experiência Dados coletados na rotina da Rede Municipal Especializada em DST-Aids de São Paulo utilizados em pesquisa: relato de experiência Com o objetivo de discutir o uso de dados coletados por unidades de saúde de DST-AIDS em pesquisas, comparou-se o conteúdo e preenchimento de instrumentos de coleta de dados.
Observaram-se ausência de padronização, poucas variáveis comuns a todos os formulários e graus de preenchimento diferenciados.
69% dos instrumentos apresentaram completitude superior a 70%.
Foram detectadas dificuldades de se obter estatísticas globais, com baixa possibilidade do uso dos dados sem um tratamento prévio.
É necessária uma política de qualidade da informação, que pode repercutir na melhoria da qualidade da atenção à saúde. Descritores: Sistemas de Informação; Fontes de dados; Coleta de dados; Análise de dados; Infecções por HIV; Síndrome de Imunodeficiência Adquirida. To discuss aspects of d...





Documentos relacionados