A construção do -real- e práticas discursivas: o poder nos processos de institucionalização Reportar como inadecuado




A construção do -real- e práticas discursivas: o poder nos processos de institucionalização - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Marcelo Milano Falcão Vieira ; Stewart R. Clegg ;RACRevista de Administração Contemporânea 2006, 10 3

Autor: Alketa Peci

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



RAC - Revista de Administração Contemporânea ISSN: 1415-6555 rac@anpad.org.br Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração Brasil Peci, Alketa; Falcão Vieira, Marcelo Milano; Clegg, Stewart R. A Construção do -Real- e Práticas Discursivas: o Poder nos Processos de Institucionaliz(ação) RAC - Revista de Administração Contemporânea, vol.
10, núm.
3, julho-setembro, 2006, pp.
51-71 Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=84010304 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto A Construçăo do “Real” e Práticas Discursivas: o Poder nos Processos de Institucionaliz(açăo) Alketa Peci Marcelo Milano Falcão Vieira Stewart R.
Clegg RESUMO A partir de uma crítica das bases epistemológicas e ontológicas do neo-institucionalismo, este artigo defende a potencialidade da aplicação da perspectiva pós-estruturalista, particularmente aquela apresentada por Michel Foucault, à abordagem institucional.
Essa proposta teórica − que incorpora uma dimensão negligenciada nas análises institucionais, especialmente, no campo das organizações (o poder) − apresenta a vantagem de contribuir para uma melhor compreensão das dinâmicas de institucionalização.
Para isso é preciso operar a partir da superação da dicotomia objetividade-subjetividade, tão presente nos estudos institucionais.
Por fim, são rediscutidos os processos de institucionalização, tomando por base o novo referencial e destacando-se por que determinadas práticas se institucionalizam.
Ao propor que os processos institucionais ocorrem dentro de campos discursivos, o argumento apresentado é o de que tais processo...





Documentos relacionados