Estruturas de governança e empreendedorismo coletivo: o caso dos doutores da alegria Reportar como inadecuado




Estruturas de governança e empreendedorismo coletivo: o caso dos doutores da alegria - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Marie Claire Malo ;RACRevista de Administração Contemporânea 2006, 10 3

Autor: Andréa Leite Rodrigues

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



RAC - Revista de Administração Contemporânea ISSN: 1415-6555 rac@anpad.org.br Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração Brasil Leite Rodrigues, Andréa; Malo, Marie Claire Estruturas de Governança e Empreendedorismo Coletivo: o Caso dos Doutores da Alegria RAC - Revista de Administração Contemporânea, vol.
10, núm.
3, julho-setembro, 2006, pp.
29-50 Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=84010303 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Estruturas de Governança e Empreendedorismo Coletivo: o Caso dos Doutores da Alegria Andréa Leite Rodrigues Marie Claire Malo RESUMO Este artigo pertence ao campo dos estudos sobre governança, em especial em organizações sem fins lucrativos.
O conceito de governança é abordado em múltiplas áreas do conhecimento e segundo várias perspectivas teóricas.
A forte influência da teoria da agência confere-lhe comumente o sentido de práticas de controle para maior eficiência e transparência na gestão organizacional. Há, entretanto, perspectivas teóricas alternativas, tais como a economia social, que considera a governança como uma categoria analítica associada a conceitos como participação, parceria, aprendizagem coletiva, regulação e favorecimento de estruturas organizacionais descentralizadas e democráticas.
Para compor uma estrutura de governança com tais características, pode-se aprender bastante com o conceito de empreendedor coletivo (Malo, 2000), que oferece contribuição para o desenvolvimento de estruturas participativas e democráticas, como pudemos concluir com o estudo do caso Doutores da Alegria.
A análise de ...





Documentos relacionados