Autoconceito profissional e suporte à transferência e impacto do treinamento no trabalho Reportar como inadecuado




Autoconceito profissional e suporte à transferência e impacto do treinamento no trabalho - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Gardênia da Silva Abbad ;RACRevista de Administração Contemporânea 2006, 10 3

Autor: Natasha Tamayo

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



RAC - Revista de Administração Contemporânea ISSN: 1415-6555 rac@anpad.org.br Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração Brasil Tamayo, Natasha; da Silva Abbad, Gardênia Autoconceito Profissional e Suporte à Transferência e Impacto do Treinamento no Trabalho RAC - Revista de Administração Contemporânea, vol.
10, núm.
3, julho-setembro, 2006, pp.
9-28 Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=84010302 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Autoconceito Profissional e Suporte ŕ Transferęncia e Impacto do Treinamento no Trabalho Natasha Tamayo Gardênia da Silva Abbad RESUMO Esta pesquisa investigou o relacionamento entre autoconceito profissional, suporte à transferência e impacto do treinamento no trabalho.
As amostras de participantes (modelo 1–auto-avaliação de Impacto como variável critério, N = 117; modelo 2-heteroavaliação como variável critério, N = 100) foi obtida junto a duas organizações do Distrito Federal.
A coleta de dados se deu em dois momentos distintos: no primeiro dia de treinamento, quando era aplicada a escala de Autoconceito Profissional e três meses após o término do curso, quando eram aplicados os instrumentos de Impacto e Suporte na amostra de participantes e de suas respectivas chefias.
Todos os instrumentos foram validados estatisticamente.
Somente Suporte Psicossocial percebido pelo treinando (sr2 = 0,25) e Suporte Material percebido pela chefia (sr2 = 0,16) contribuíram, respectivamente, na explicação da variabilidade de auto e heteroavaliação de Impacto do Treinamento.
Esses resultados corroboram estudos nacionais e estrangei...





Documentos relacionados