Instrumento projetivo para implantação da atenção farmacêutica aos portadores de transtornos psicossociais; atendidos pelo centro de atenção psicossocial Reportar como inadecuado




Instrumento projetivo para implantação da atenção farmacêutica aos portadores de transtornos psicossociais; atendidos pelo centro de atenção psicossocial - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Rivelilson Mendes de Freitas ;SMAD, Revista Electrónica en Salud Mental, Alcohol y Drogas 2008, 4 2

Autor: Carla Patrícia de Almeida Oliveira

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



SMAD, Revista Electrónica en Salud Mental, Alcohol y Drogas ISSN: 1806-6976 rev_smad@eerp.usp.br Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Brasil Almeida Oliveira, Carla Patrícia de; Mendes de Freitas, Rivelilson INSTRUMENTO PROJETIVO PARA IMPLANTAÇÃO DA ATENÇÃO FARMACÊUTICA AOS PORTADORES DE TRANSTORNOS PSICOSSOCIAIS; ATENDIDOS PELO CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL SMAD, Revista Electrónica en Salud Mental, Alcohol y Drogas, vol.
4, núm.
2, 2008, pp.
1-15 Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=80313056009 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto INSTRUMENTO PROJETIVO PARA IMPLANTAÇÃO DA ATENÇÃO FARMACÊUTICA AOS PORTADORES DE TRANSTORNOS PSICOSSOCIAIS; ATENDIDOS PELO CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL Carla Patrícia de Almeida Oliveira1; Rivelilson Mendes de Freitas2 Resumo Este instrumento objetiva divulgar conhecimentos sobre a atenção ao portador de transtornos psiquiátricos.
Trata-se, aqui, de aspectos epidemiológicos, farmacológicos e problemas de saúde abordados pela atenção farmacêutica.
Foram elaborados dois questionários para avaliar esses parâmetros em 240 pacientes.
Os questionários subsidiaram a coleta dos dados e mostraram que a faixa etária e o sexo predominantes são: maiores de quarenta anos e o feminino.
A maioria dos pacientes é responsável pela administração dos fármacos.
Os principais vícios são tabagismo e etilismo.
A principal reação adversa é a visão turva.
A literatura enfatiza que a doença diagnosticada e tratada precocemente evita prejuízos sociais e pessoais.
Frente ao apresentado, sugere-se a implantação da atenção farmacêutica, revendo conceitos, formas de abordagens e tratament...





Documentos relacionados