Da diferença perigosa ao perigo da igualdade. reflexões em torno do paradoxo moderno Reportar como inadecuado




Da diferença perigosa ao perigo da igualdade. reflexões em torno do paradoxo moderno - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

CivitasRevista de Ciências Sociais 2005, 5 2

Autor: Ruth M. Chittó Gauer

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Civitas - Revista de Ciências Sociais ISSN: 1519-6089 civitas@pucrs.br Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Brasil Chittó Gauer, Ruth M. Da diferença perigosa ao perigo da igualdade.
Reflexões em torno do paradoxo moderno Civitas - Revista de Ciências Sociais, vol.
5, núm.
2, julho-dezembro, 2005, pp.
399-413 Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Porto Alegre, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=74250210 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Da diferença perigosa ao perigo da igualdade Reflexões em torno do paradoxo moderno Ruth M.
Chittó Gauer* Mary Douglas é uma destas autoras que quando nos deparamos na estante de livros, ficamos tentados em relê-la.
Há alguns dias, isso ocorreu.
Deparei-me com Pureza e perigo (Douglas, 1976.
p.
56), livro que trabalhei na década de 70.
Relendo algumas passagens do livro, que destaquei há tanto tempo, verifiquei o enfoque dado pela autora sobre as questões da pureza, do perigo, da impureza, da sujeira.
A ênfase no exame destas questões está vinculado a outra problemática, não menos importante, que a autora trabalha, qual seja: a questão da ordem.
Pensei como a ordem fundamenta todo um padrão de comportamento que nem sempre costumamos relacionar à impureza e ao perigo.
No entanto, nada mais apropriado que pensar na ordem para compreender a desordem assim como todo o tipo de discriminação.
A sujeira é um fato que nos repugna, temos horror a certos tipos de sujeira, passamos pensando o quanto é importante a limpeza, a pureza e a ausência de qualquer perigo.
Tudo o que nos cerca deve estar imune à contaminação e à impureza, mesmo as mais microscópicas. A ordem está colada à organização:...





Documentos relacionados