Apresentação Reportar como inadecuado




Apresentação - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Marcelo José Ferraz Suano ;CivitasRevista de Ciências Sociais 2005, 5 2

Autor: Maria Izabel Mallmann

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Civitas - Revista de Ciências Sociais ISSN: 1519-6089 civitas@pucrs.br Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Brasil Mallmann, Maria Izabel; Ferraz Suano, Marcelo José Apresentação Civitas - Revista de Ciências Sociais, vol.
5, núm.
2, julho-dezembro, 2005, pp.
229-232 Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Porto Alegre, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=74250201 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Apresentação Poucas áreas do conhecimento têm se mostrado tão mal compreendidas quanto as Relações Internacionais.
As múltiplas faces de seu objeto de estudo, o número de variáveis envolvidas e a necessidade de interação contínua com outras ciências têm provocado uma grande indefinição acerca do que trata, de sua importância e real amplitude.
Isso se deve, em boa medida, ao fato de ser ainda muito recente a expansão de seu objeto.
A possibilidade de enquadrar os fenômenos sociais, econômicos, políticos e culturais sob o prisma internacional propriamente dito data de poucas décadas atrás.
Antes disso, o escopo da disciplina era mais restrito e dizia respeito basicamente às menos numerosas relações entre agentes capazes a atuar no mundo.
Uma grande quantidade de fenômenos não chegava a atingir dimensões globais. Essa situação mudou drástica e rapidamente a partir da última revolução tecnológica que subverteu os padrões de comunicação e comprimiu tempo e espaço de modo a tornar possíveis relações humanas globais.
E o que era infranacional mundializou-se.
O mundo diminuiu, levando a que cada vez mais a consecução dos interesses deva respeitar uma rede mais complexa de variáveis e a responder a questões que outro...





Documentos relacionados