Análise comparativa das metodologias de avaliação das agências de fomento internacionais bid e bird em financiamentos de projetos sociais no brasil Reportar como inadecuado




Análise comparativa das metodologias de avaliação das agências de fomento internacionais bid e bird em financiamentos de projetos sociais no brasil - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

CivitasRevista de Ciências Sociais 2005, 5 1

Autor: Michelle C. Stephanou

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Civitas - Revista de Ciências Sociais ISSN: 1519-6089 civitas@pucrs.br Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Brasil Stephanou, Michelle C. Análise comparativa das metodologias de avaliação das agências de fomento internacionais BID e BIRD em financiamentos de projetos sociais no Brasil Civitas - Revista de Ciências Sociais, vol.
5, núm.
1, janeiro-junho, 2005, pp.
127-160 Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Porto Alegre, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=74250108 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Análise comparativa das metodologias de avaliação das agências de fomento internacionais BID e BIRD em financiamentos de projetos sociais no Brasil Michelle C.
Stephanou* Na história recente brasileira, o movimento de transformação do Estado, em termos econômicos, sociais e políticos, tornou-se um desafio para a consolidação da democracia, depois de um longo período militar.
As funções do Estado se ampliaram, em termos sociais, havendo uma reorientação da política social, como uma dimensão central do modelo das relações entre Estado, Economia e Sociedade.
Estas transformações têm gerado demandas direcionadas à democratização de políticas públicas mais eficazes em relação às questões sociais. * Mestre em Ciências Sociais (Pucrs), professora do curso de Direito na Univates.
mistephanou@uol.com.br. Civitas Porto Alegre v.
5 n.
1 jan.-jun.
2005 p.
127-160 128 Civitas – Revista de Ciências Sociais, v.
5.
n.
1, jan.-jun.
2005 Na reestruturação das políticas públicas, há uma tendência de transformação do princípio organizador, em termos de políticas menos universalistas e mais focalistas.
Todo esse p...





Documentos relacionados