Neoinstitucionalismo como modelo de análise para as políticas públicas: algumas observações Reportar como inadecuado




Neoinstitucionalismo como modelo de análise para as políticas públicas: algumas observações - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

CivitasRevista de Ciências Sociais 2005, 5 1

Autor: Carlos Vasconcelos Rocha

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Civitas - Revista de Ciências Sociais ISSN: 1519-6089 civitas@pucrs.br Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Brasil Vasconcelos Rocha, Carlos Neoinstitucionalismo como modelo de análise para as Políticas Públicas: Algumas observações Civitas - Revista de Ciências Sociais, vol.
5, núm.
1, janeiro-junho, 2005, pp.
11-28 Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Porto Alegre, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=74250102 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Neoinstitucionalismo como modelo de análise para as Políticas Públicas Algumas observações Carlos Vasconcelos Rocha* Uma característica de qualquer ciência, e portanto das ciências sociais, é a disputa entre as várias perspectivas de explicação dos seus problemas específicos.
Tanto ao longo do tempo quanto num mesmo período, há maior ou menor dissenso sobre a abordagem teórica mais apropriada para se adotar. Sendo assim, um requisito para qualquer analista é se situar entre a variedade de propostas disponíveis.
Para o estudo das políticas públicas, especificamente, temos naturalmente uma variedade de perspectivas de análise, cada qual buscando se firmar perante as outras.
Sem pretender aprofundar o tema des1 sas disputas , este trabalho tem o objetivo de desenvolver alguns pressupostos básicos da perspectiva neoinstitucionalista, situando-a dentro do debate mais geral.
Em meados da década de 80, a chamada perspectiva neoinstitu- * 1 Doutor em Ciências Sociais pela UNICAMP, professor e pesquisador do Mestrado em Ciências Sociais e do Departamento de Relações Internacionais da PUC-Minas.
carocha@pucminas.br. David Easton (1985), por exemplo, busca fazer um balanço resumido ...





Documentos relacionados