Reseña de -a mais bela história da felicidade- de andré comte-sponville; jean delumeau; arlette farge Reportar como inadecuado




Reseña de -a mais bela história da felicidade- de andré comte-sponville; jean delumeau; arlette farge - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

EccoS Revista Científica 2007, 9 1

Autor: Rogério Bianchi de Araújo

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil Bianchi de Araújo, Rogério Reseña de -A mais bela história da felicidade- de André Comte-Sponville; Jean Delumeau; Arlette Farge EccoS Revista Científica, vol.
9, núm.
1, janeiro-junho, 2007, pp.
223-230 Universidade Nove de Julho São Paulo, Brasil Disponible en: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=71590113 Cómo citar el artículo Número completo Más información del artículo Página de la revista en redalyc.org Sistema de Información Científica Red de Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal Proyecto académico sin fines de lucro, desarrollado bajo la iniciativa de acceso abierto A mais bela história da felicidade, de André Comte-Sponville; Jean Delumeau; Arlette Farge. Tradução de Edgard de Assis Carvalho e Mariza Perassi Bosco Difel: Rio de Janeiro, 2006.
169 p. Rogério Bianchi de Araújo Afinal, o que é a felicidade? Vivemos em função dela? Pode a filosofia contribuir na busca do homem pela felicidade? A felicidade é intrínseca à condição humana? Existem formas particulares de felicidade? Há certezas na felicidade? A felicidade é algo impossível de alcançar? Ser feliz é um imperativo? É possível descrever uma história da felicidade? Qual o lugar da felicidade hoje? Essas são questões fundamentais que o livro tenta responder.
Para tanto, utiliza-se um diálogo a três vozes: André Comte-Sponville, filósofo e autor de numerosas obras sobre a ética e a questão da felicidade; Jean Delumeau, professor do College de France e especialista em história das mentalidades religiosas e Arlette Farge, historiadora especializada no século XVIII. O livro está estruturado em três partes, chamadas de atos em vez de capítulos, assim como numa peça de teatro.
São três atos divididos em três cenas cada um, composto de uma espécie de entrevista com perguntas e respostas num envolvente diálogo rico e qu...





Documentos relacionados