Pierre bourdieu e seu esboço de auto-análise Reportar como inadecuado




Pierre bourdieu e seu esboço de auto-análise - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

EccoS Revista Científica 2008, 10 Esp

Autor: Afrânio Mendes Catani

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil Mendes Catani, Afrânio Pierre bourdieu e seu esboço de auto-análise EccoS Revista Científica, vol.
10, núm.
Esp, julho, 2008, pp.
45-65 Universidade Nove de Julho São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=71509903 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Pierre Bourdieu e seu Esboço de auto-análise Afrânio Mendes Catani Ao longo de quatro décadas e meia, Pierre Bourdieu (1930-2002) escreveu dezenas de livros e centenas de artigos envolvendo análises no âmbito da sociologia da educação e da cultura que procuraram explorar ao máximo, nas sociedades de classes, um tema geral que persegue várias gerações de intelectuais e de pesquisadores universitários: a compreensão de como e por que pequenos grupos de indivíduos conseguem se apoderar dos meios de dominação, permitindo nomear e representar a realidade, construindo categorias, classificações e visões de mundo às quais todos os outros são obrigados a se referir.
Compreender o mundo, para a sociologia praticada por Bourdieu, converte-se em poderoso instrumento de libertação, pois são revelados os fundamentos ocultos da dominação vigentes numa dada sociedade de classes – e é esse procedimento que ele realizou em vários domínios sociais. Para o autor, a cultura vem a ser um sistema de significações hierarquizadas, tornando-se um móvel de lutas entre grupos sociais, cuja finalidade é manter distanciamentos distintivos entre classes.
A dominação cultural se expressa na fórmula segundo a qual a cada posição na hierarquia social corresponde uma cultura específica (elitista, média, de massa), caracterizada respec...





Documentos relacionados