Controle social e prática hacker: tecnopolítica e ciberpolítica em redes digitais Reportar como inadecuado




Controle social e prática hacker: tecnopolítica e ciberpolítica em redes digitais - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Sociedade e Cultura 2012, 15 1

Autor: Henrique Parra

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Sociedade e Cultura ISSN: 1415-8566 brmpechincha@hotmail.com Universidade Federal de Goiás Brasil Parra, Henrique Controle social e prática hacker: tecnopolítica e ciberpolítica em redes digitais Sociedade e Cultura, vol.
15, núm.
1, enero-junio, 2012, pp.
109-120 Universidade Federal de Goiás Goiania, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=70324609011 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto DOI: 10.5216-sec.v15i1.20677 Controle social e prática hacker: tecnopolítica e ciberpolítica em redes digitais1 Henrique Parra Doutor em Educação (Universidade Estadual de Campinas) Professor na Universidade Federal de São Paulo henrique.parra@unifesp.br Resumo Ao analisar alguns casos concretos, relativos às possibilidades de controle e acesso à informação em redes digitais, discutiremos como essas situações dão forma à política na cibercultura.
Trata-se de pensá-la simultaneamente como o conflito pelas configurações sociotécnicas das tecnologias digitais (tecnopolítica), e as dinâmicas da política ciberneticamente mediada (ciberpolítica).
Ao articular essas duas dimensões, analisaremos como a constituição e os modos de apropriação desses dispositivos definirão o que adentra ou não o campo do visível e do enunciável, portanto, o campo da regulação pública e do controle, dando forma a novos territórios de direitos, resistência, conflitos sociais e exploração econômica. Palavras-chave: tecnopolítica, ciberpolítica, cibercultura, controle, protocolo. Whatever code we hack, be it programming “language, poetic language, math or music, curves or colourings, we create the possibility of new things entering the world” (Mckenzie Wark) Introdução O artigo resu...





Documentos relacionados