Homo ludens e o futebol-espetáculo Report as inadecuate




Homo ludens e o futebol-espetáculo - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.



Neste artigo, propõe-se uma leitura do fenômeno futebolístico contemporâneo a partir da perspectiva do magistral Homo Ludens, obra do pensador holandês Johan Huizinga 1872-1945, originalmente publicada em 1938. Para isso, após apresentar brevemente o autor e sua obra, exploram-se algumas condições de possibilidade de ocorrência do princípiolúdico na contemporaneidade. Para Huizinga, o -espírito do jogo- preside todas as principais manifestações da cultura humana, em todas as épocas e sociedades. Entretanto, este princípio estaria sendo pervertido no mundo moderno, em que o trabalho assumiu aspectos de um jogo vencer a concorrência, bater o recorde de vendas e o mundo dojogo assumiu o caráter de trabalho atletas profissionais, empresários, contratos, patrocinadores, confederações. Como a perspectiva libertária e humanista de Huizinga acerca do jogo pensaria o mundo do futebol contemporâneo? Ou, dito de outra forma, há espaço para uma prática de lazer criadora e humanizante no mundo do futebol?

Tipo de documento: Artículo - Article

Palabras clave: Johan Huizinga, Homo Ludens, esporte moderno, futebol.





Source: http://www.bdigital.unal.edu.co


Teaser



Homo Ludens e o futebol-espetáculo R e v i s ta C o l o m b i a n a d e S o c i o l o g í a  V o l .
3 6 , N .� 1   e n e .
- j u n .
2 0 13   I S S N : i m p r e s o 0 12 0 -15 9 X - e n l í n e a 2 2 5 6 - 5 4 8 5   b o g o tá - c o l o m b i a   p p.
1 1 1 - 1 2 2 Homo Ludens y el fútbol-espectáculo Homo Ludens and Soccer as Spectacle 1Édison Gastaldo* Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Brasil 2Ronaldo Helal** Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Brasil Resumo Neste artigo, propõe-se uma leitura do fenômeno futebolístico contemporâneo a partir da perspectiva do magistral Homo Ludens, obra do pensador holandês Johan Huizinga (1872-1945), originalmente publicada em 1938.
Para isso, após apresentar brevemente o autor e sua obra, exploram-se algumas condições de possibilidade de ocorrência do princípio lúdico na contemporaneidade.
Para Huizinga, o “espírito do jogo” preside todas as principais manifestações da cultura humana, em todas as épocas e sociedades.
Entretanto, este princípio estaria sendo pervertido no mundo moderno, em que o trabalho assumiu aspectos de um jogo (vencer a concorrência, bater o recorde de vendas) e o mundo do jogo assumiu o caráter de trabalho (atletas profissionais, empresários, contratos, patrocinadores, confederações).
Como a perspectiva libertária e humanista de Huizinga acerca do jogo pensaria o mundo do futebol contemporâneo? Ou, dito de outra forma, há espaço para uma prática de lazer criadora e humanizante no mundo do futebol? Palavras-chave: Johan Huizinga, Homo Ludens, esporte moderno, futebol. Artículo de reflexión. Recibido: 15 de abril del 2013.
Aceptado: 31 de mayo del 2013. * Professor de Graduação e Pós-graduação na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro; Pesquisador do CNPq; membro do grupo de pesquisa “Esporte e Cultura” (http:-- comunicacaoeesporte.com). E-mail: edisongastaldo@yahoo.com.br ** Professor da Graduação e da Pós-grad...






Related documents