Em torno da pré-história intelectual do totalitarismo igualitarista Reportar como inadecuado




Em torno da pré-história intelectual do totalitarismo igualitarista - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Lua Nova 2008, 75

Autor: Ruy Fausto

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Lua Nova ISSN: 0102-6445 luanova@cedec.org.br Centro de Estudos de Cultura Contemporânea Brasil Fausto, Ruy Em torno da pré-história intelectual do totalitarismo igualitarista Lua Nova, núm.
75, 2008, pp.
143-198 Centro de Estudos de Cultura Contemporânea São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=67313616008 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto EM TORNO DA PRÉ-HISTóRIA INTELECTUAL DO TOTALITARISMO IGUALITARISTA* Ruy Fausto O presente texto visa analisar alguns aspectos do que poderíamos chamar de antecedentes lógico-históricos do totalitarismo igualitarista.
As duas expressões exigem explicação. “Antecedentes lógico-históricos”.
Cada uma das duas partes de que se compõe este texto tem uma estratégia distinta, mas as duas, de algum modo, podem ser postas sob essa rubrica.
Na primeira, trata-se de mostrar como, na teoria que se tornou hegemônica no movimento socialista, em particular na maneira pela qual ela pensava o “outro” dos movimentos socialistas, a saber, o adversário contra o qual se lutava, havia um lugar cego, que tornava possível a emergência de uma forma social totalitária.
Isto é, havia, na teoria hegemônica, um vazio – como veremos, um duplo vazio – que facilitava a possibilidade catastrófica de um “descarrilhamento” da história, o projeto socialista conduzindo ao totalitarismo e * Este texto é o desenvolvimento – menos a parte final e alguns excursos – de uma intervenção que fiz no “Seminário Internacional Revolução Russa, 90 anos” (São Paulo, novembro de 2007).
Agradeço aos colegas Cicero Araujo e Newton Bignotto, que leram o texto e fizeram observações críticas muito agudas e pertinentes, a maioria das quais ...





Documentos relacionados