Apresentação Reportar como inadecuado




Apresentação - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Luis Eugênio Portela Fernandes de Souza ; Pedro Gabriel Godinho Delgado ;Revista de Saúde Pública 2009, 43 1

Autor: Euclides Ayres de Castilho

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Revista de Saúde Pública ISSN: 0034-8910 revsp@usp.br Universidade de São Paulo Brasil Ayres de Castilho, Euclides; Portela Fernandes de Souza, Luis Eugênio; Godinho Delgado, Pedro Gabriel Apresentação Revista de Saúde Pública, vol.
43, núm.
1, agosto, 2009, pp.
4-5 Universidade de São Paulo São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=67240181002 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Rev Saúde Pública 2009;43(Supl.
1):4-5 Apresentação | Foreword Euclides Ayres de CastilhoI Apresentação Luis Eugênio Portela Fernandes de SouzaII Pedro Gabriel Godinho DelgadoII Em todo o mundo, os transtornos mentais são um importante problema de saúde pública.
Milhões de pessoas sofrem e têm sua qualidade de vida comprometida.
Além disso, os sistemas de saúde se vêem frente ao desafio de oferecer serviços que promovam e recuperem a saúde mental, com custos suportáveis pelas sociedades. A abrangência e a complexidade das ações necessárias ao cuidado da saúde mental resultam da simultaneidade em favorecer a autonomia dos indivíduos e fortalecer os laços de solidariedade entre as pessoas e as comunidades. Nesse sentido, o desafio que se apresenta é, antes de tudo, político.
É a coletividade – governos e sociedade civil – que decide as formas de atenção à saúde mental. Felizmente, no Brasil, desde a implantação do Sistema Único de Saúde (SUS), tem avançado uma política de saúde mental que se baseia no respeito à dignidade da pessoa com transtorno mental e na promoção de sua integração à comunidade. E certamente a pesquisa científica tem contribuído para esse avanço.
O Departamento de Ciência e Tecnologia do Ministério da Saúde (Decit) e o Cons...





Documentos relacionados