O significado do cuidar no processo de morrer na voz das mulheres Reportar como inadecuado




O significado do cuidar no processo de morrer na voz das mulheres - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Miriam Aparecida Barbosa Merighi ;Revista Bioética 2008, 16 2

Autor: Mara Villas Boas de Carvalho

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=361533247009


Introducción



Revista Bioética ISSN: 1943-8042 bioetica@portalmedico.org.br Conselho Federal de Medicina Brasil Villas Boas de Carvalho, Mara; Barbosa Merighi, Miriam Aparecida O significado do cuidar no processo de morrer na voz das mulheres Revista Bioética, vol.
16, núm.
2, 2008, pp.
259-272 Conselho Federal de Medicina Brasília, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=361533247009 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto O significado do cuidar no processo de morrer na voz das mulheres Mara Villas Boas de Carvalho Miriam Aparecida Barbosa Merighi Resumo Este estudo voltou-se à compreensão do significado do cuidar de mulheres com câncer, fora de recursos de cura, pela perspectiva destas.
Com esta proposta, optou-se realizar pesquisa qualitativa, segundo abordagem fenomenológica, com base nas questões norteadoras: – Me fale como posso cuidar de você.
Como você gostaria de ser cuidada? Das descrições emergiram as unificações ontológicas analisadas e interpretadas segundo referencial de Martin Heidegger, sintetizadas neste artigo nas categorias o ser-no-mundo e autonomia para morrer, hospitalização, dor.
Essas unificações possibilitaram desvelar caminhos para a ação do cuidar no processo de morrer que vão além do conhecimento técnico-científico, pois, o cuidar implica também empatia, escuta, paciência, zelo, controle da dor e autonomia.
Por meio da ótica dessas mulheres, foi permitido alcançar o sentido do ser com câncer no processo de morrer, não como algo acabado, mas como um ser de possibilidades, mesmo diante da situação factual que é o convívio com a terminalidade existencial. Palavras-chave: Enfermagem oncológica.
Cuidados de enfermagem. Mara Villas Boas de Carvalh...





Documentos relacionados