Crenças que influenciam adolescentes na doação de órgãos Reportar como inadecuado




Crenças que influenciam adolescentes na doação de órgãos - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Maria Cecília Bueno Jayme Gallani ; Paolo Meneghin ;Revista da Escola de Enfermagem da USP 2006, 40 4

Autor: Márcia Wanderley de Moraes

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=361033288006


Introducción



Red de Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal Sistema de Información Científica Wanderley de Moraes, Márcia; Bueno Jayme Gallani, Maria Cecília; Meneghin, Paolo Crenças que influenciam adolescentes na doação de órgãos Revista da Escola de Enfermagem da USP, vol.
40, núm.
4, 2006, pp.
484-492 Universidade de São Paulo São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=361033288006 Revista da Escola de Enfermagem da USP, ISSN (Versão impressa): 0080-6234 reeusp@usp.br Universidade de São Paulo Brasil Como citar este artigo Número completo Mais informações do artigo Site da revista www.redalyc.org Projeto acadêmico não lucrativo, desenvolvido pela iniciativa Acesso Aberto BELIEFS THAT INFLUENCE ADOLESCENTS IN ORGAN DONATIONS CREENCIAS QUE INFLUYEN EN LOS ADOLESCENTES PARA LA DONACIÓN DE ÓRGANOS RELATO DE PESQUISA Crenças que influenciam adolescentes na doação de órgãos* Márcia Wanderley de Moraes1, Maria Cecília Bueno Jayme Gallani2, Paolo Meneghin3 * Extraído da dissertação “Caracterização dos determinantes sócioculturais que influenciam adolescentes na atitude de ser doador de órgãos”, Escola de Enfermagem da USP, 2001. 1 Enfermeira.
Mestre em Enfermagem pela EEUSP.
Docente da Faculdade de Enfermagem do Hospital Israelita Albert Einstein. 2 Professora Doutora do Departamento de Enfermagem da Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP 3 Professor Doutor do Departamento de Enfermagem MédicoCirúrgica da EEUSP. Orientador. paolomen@usp.br 484 RESUMO Foram objetivos do estudo identificar conhecimento, crenças comportamentais e normativas de estudantes de nível médio sobre transplante e doação de órgãos, à luz da Teoria da Ação Racional (TRA), em duas escolas da rede pública do município de São Paulo.
A amostra foi constituída por 94 alunos que responderam um questionário baseado nos pressupostos da TRA e as respostas foram submetidas à análise e...





Documentos relacionados