Notas para uma reflexão sobre consciência e inconsciente na fenomenologia Reportar como inadecuado




Notas para uma reflexão sobre consciência e inconsciente na fenomenologia - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Revista da Abordagem Gestáltica: Phenomenological Studies 2010, XVI 1

Autor: Adriano Holanda

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=357735613006


Introducción



Revista da Abordagem Gestáltica: Phenomenological Studies ISSN: 1809-6867 revista@itgt.com.br Instituto de Treinamento e Pesquisa em Gestalt Terapia de Goiânia Brasil Holanda, Adriano Notas para uma Reflexão Sobre Consciência e Inconsciente na Fenomenologia Revista da Abordagem Gestáltica: Phenomenological Studies, vol.
XVI, núm.
1, junio, 2010, pp.
45-53 Instituto de Treinamento e Pesquisa em Gestalt Terapia de Goiânia Goiânia, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=357735613006 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Notas para uma Reflexão Sobre Consciência e Inconsciente na Fenomenologia Notas para uma Reflexão Sobre Consciência e Inconsciente na Fenomenologia1 Notes for a Reflection About Consciousness and Unconscious in Phenomenology Notas para una Reflexión Cerca de la Conciencia y Inconsciente en la Fenomenología A driano Holanda Resumo: O artigo se propõe a discutir os conceitos de inconsciente e de consciência, a partir de um referencial fenomenológico. Partindo da metáfora de uma análise semântica da palavra “inconsciente”, busca desenvolver reflexões em torno de seu significado, fazendo uma contraposição com “consciência” e “consciente”.
Neste sentido, perpassa ainda as idéias de estrutura e processo, bem como ato e conteúdo, na direção da distinção entre substantivo e adjetivo.
Como analogia, toma algumas idéias de Theodor Lipps a respeito do inconsciente, como entrada à temática da consciência na fenomenologia a partir da psicopatologia e da crítica de Merleau-Ponty à interioridade na psicologia, para afirmar, por fim, a idéia de uma consciência como posição do sujeito no mundo, e afirmar a fenomenologia como uma fenomenologia da co...





Documentos relacionados